Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Abbas suspende negociações com Hamas para formar governo


Da AFP

17/09/2006 | 16:06


O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, suspendeu neste domingo as negociações com os islamitas do Hamas para a formação de um governo de união nacional, que deveria por fim à crise política interna e ao boicote internacional.

A decisão responde "várias declarações dos dirigentes do Hamas, segundo as quais um governo formado pelo Hamas não estaria preparado para respeitar os compromissos e acordos adotados pela OLP (Organização para a Libertação da Palestina)" disse o porta-voz de Abbas, Nabil Amro.

As discussões ficarão congeladas até a volta de Mahmud Abbas de Nova York. O presidente da Autoridade Palestina viajará na segunda-feira para a cidade, onde participará da Assembléia Geral das Nações Unidas e, a princípio deixará os Estados Unidos na quinta-feira depois de seu discurso na ONU (Organização das Nações Unidas).

Segundo Amro, Abbas tentará convencer a União Européia e os Estados Unidos a suspenderem o boicote contra o governo palestino, imposto quando o partido Hamas chegou ao governo, com Ismael Haniyeh na liderança, em março deste ano. As declarações dos dirigentes do grupo radical tornam mais difícil esta tarefa.

Para restabelecer as relações políticas e a ajuda econômica, o Quarteto para o Oriente Médio (União Européia, Estados Unidos, Rússia e Nações Unidas) exige que o Hamas reconheça Israel, assim como os acordos internacionais do passado e renuncie à violência.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Abbas suspende negociações com Hamas para formar governo

Da AFP

17/09/2006 | 16:06


O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, suspendeu neste domingo as negociações com os islamitas do Hamas para a formação de um governo de união nacional, que deveria por fim à crise política interna e ao boicote internacional.

A decisão responde "várias declarações dos dirigentes do Hamas, segundo as quais um governo formado pelo Hamas não estaria preparado para respeitar os compromissos e acordos adotados pela OLP (Organização para a Libertação da Palestina)" disse o porta-voz de Abbas, Nabil Amro.

As discussões ficarão congeladas até a volta de Mahmud Abbas de Nova York. O presidente da Autoridade Palestina viajará na segunda-feira para a cidade, onde participará da Assembléia Geral das Nações Unidas e, a princípio deixará os Estados Unidos na quinta-feira depois de seu discurso na ONU (Organização das Nações Unidas).

Segundo Amro, Abbas tentará convencer a União Européia e os Estados Unidos a suspenderem o boicote contra o governo palestino, imposto quando o partido Hamas chegou ao governo, com Ismael Haniyeh na liderança, em março deste ano. As declarações dos dirigentes do grupo radical tornam mais difícil esta tarefa.

Para restabelecer as relações políticas e a ajuda econômica, o Quarteto para o Oriente Médio (União Européia, Estados Unidos, Rússia e Nações Unidas) exige que o Hamas reconheça Israel, assim como os acordos internacionais do passado e renuncie à violência.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;