Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Oposição vence eleição presidencial na Costa Rica



07/04/2014 | 00:20


O candidato oposicionista da Costa Rica Luis Guillermo Solís, do Partido Ação Cidadã, venceu o segundo turno da eleição presidencial, informou boletim oficial do governo.

Com 92,6% das mesas eleitorais apuradas, Solís recebeu 77,9% dos votos, anunciou o Tribunal Supremo Eleitoral. O governista Johnny Araya, do Partido da Liberação Nacional, obteve 22,1% dos votos, após desistir da campanha eleitoral em março por causa da grande diferença apontada pelas pesquisas eleitorais. Legalmente, Arraya não podia desistir da corrida presidencial.

A taxa de abstenção no segundo turno alcançou 43,2%, o que foi considerado normal por analistas políticos. A eleição foi considerada um sucesso para Solís que, com 1.258.715 votos, superou amplamente a meta de um milhão de votos.

Historiador e cientista político, Solís é o primeiro representante do Partido Ação Cidadã a assumir o governo, o qual tem como proposta o combate à corrupção, o freio do gasto público excessivo e a necessidade de ajustes fiscais para conter o déficit das contas públicas. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Oposição vence eleição presidencial na Costa Rica


07/04/2014 | 00:20


O candidato oposicionista da Costa Rica Luis Guillermo Solís, do Partido Ação Cidadã, venceu o segundo turno da eleição presidencial, informou boletim oficial do governo.

Com 92,6% das mesas eleitorais apuradas, Solís recebeu 77,9% dos votos, anunciou o Tribunal Supremo Eleitoral. O governista Johnny Araya, do Partido da Liberação Nacional, obteve 22,1% dos votos, após desistir da campanha eleitoral em março por causa da grande diferença apontada pelas pesquisas eleitorais. Legalmente, Arraya não podia desistir da corrida presidencial.

A taxa de abstenção no segundo turno alcançou 43,2%, o que foi considerado normal por analistas políticos. A eleição foi considerada um sucesso para Solís que, com 1.258.715 votos, superou amplamente a meta de um milhão de votos.

Historiador e cientista político, Solís é o primeiro representante do Partido Ação Cidadã a assumir o governo, o qual tem como proposta o combate à corrupção, o freio do gasto público excessivo e a necessidade de ajustes fiscais para conter o déficit das contas públicas. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;