Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cirurgião espanhol conhece bem os médicos de Fidel Castro


Da AFP

26/12/2006 | 14:54


O médico espanhol José Luis Garcia Sabrido, que afirmou que Fidel Castro não tem câncer, é o chefe de um dos três serviços de cirurgia geral do hospital universitário madrilenho Gregorio Marañon, um dos centros mais prestigiados da Espanha.

Ele é apresentado pela imprensa espanhola como um especialista dos problemas digestivos, mas um porta-voz do hospital questionado pela AFP limitou-se a defini-lo nesta terça-feira de "perito em cirurgia geral", sem dar mais detalhes.

O médico examinou Fidel Castro no fim de semana passado em Havana a pedido das autoridades cubanas, e se disse otimista sobre a recuperação do presidente de Cuba.

Ele frisou que sua viagem a Cuba teve um caráter "exclusivamente pessoal".

Esta foi a primeira vez que ele examinou o líder cubano, mas os médicos que atendem Fidel Castro são todos "conhecidos de longa data", explicou.

Sabrido participou recentemente de um congresso de cirurgia em Cuba, e para ele a medicina cubana básica é "uma das melhores do mundo".

O hospital Gregorio Marañon é um estabelecimento público que emprega 8 mil funcionários.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cirurgião espanhol conhece bem os médicos de Fidel Castro

Da AFP

26/12/2006 | 14:54


O médico espanhol José Luis Garcia Sabrido, que afirmou que Fidel Castro não tem câncer, é o chefe de um dos três serviços de cirurgia geral do hospital universitário madrilenho Gregorio Marañon, um dos centros mais prestigiados da Espanha.

Ele é apresentado pela imprensa espanhola como um especialista dos problemas digestivos, mas um porta-voz do hospital questionado pela AFP limitou-se a defini-lo nesta terça-feira de "perito em cirurgia geral", sem dar mais detalhes.

O médico examinou Fidel Castro no fim de semana passado em Havana a pedido das autoridades cubanas, e se disse otimista sobre a recuperação do presidente de Cuba.

Ele frisou que sua viagem a Cuba teve um caráter "exclusivamente pessoal".

Esta foi a primeira vez que ele examinou o líder cubano, mas os médicos que atendem Fidel Castro são todos "conhecidos de longa data", explicou.

Sabrido participou recentemente de um congresso de cirurgia em Cuba, e para ele a medicina cubana básica é "uma das melhores do mundo".

O hospital Gregorio Marañon é um estabelecimento público que emprega 8 mil funcionários.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;