Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ministro chinês diz que protecionismo dos EUA irá prejudicar economia global



18/09/2018 | 01:56


O ministro de Comércio da China, Zhong Shan, disse ontem, durante reunião com representantes de grandes companhias estrangeiras, que medidas protecionistas dos EUA irão afetar tanto interesses chineses quanto americanos e prejudicar a economia global.

Segundo Zhong, os laços comerciais entre China e EUA são mutuamente benéficos e a cooperação é a única decisão correta para as duas nações, segundo comunicado divulgado nesta terça-feira no site do Ministério de Comércio chinês.

A China irá ampliar a proteção de direitos de propriedade intelectual e acelerar a abertura de sua economia para criar um melhor ambiente de negócios para empresas, afirmou Zhong a executivos de seis multinacionais, incluindo Samsung, Toyota e HSBC.

Ontem, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que Washington irá impor tarifas de 10% sobre mais US$ 200 bilhões em importações chinesas a partir de segunda-feira (24). Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ministro chinês diz que protecionismo dos EUA irá prejudicar economia global


18/09/2018 | 01:56


O ministro de Comércio da China, Zhong Shan, disse ontem, durante reunião com representantes de grandes companhias estrangeiras, que medidas protecionistas dos EUA irão afetar tanto interesses chineses quanto americanos e prejudicar a economia global.

Segundo Zhong, os laços comerciais entre China e EUA são mutuamente benéficos e a cooperação é a única decisão correta para as duas nações, segundo comunicado divulgado nesta terça-feira no site do Ministério de Comércio chinês.

A China irá ampliar a proteção de direitos de propriedade intelectual e acelerar a abertura de sua economia para criar um melhor ambiente de negócios para empresas, afirmou Zhong a executivos de seis multinacionais, incluindo Samsung, Toyota e HSBC.

Ontem, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que Washington irá impor tarifas de 10% sobre mais US$ 200 bilhões em importações chinesas a partir de segunda-feira (24). Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;