Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Tropas brasileiras no Haiti concentram esforços para proteger Palácio Nacional


Da Agência Brasil

16/12/2004 | 08:51


Dos quatro pontos da capital haitiana onde as tropas brasileiras estão localizadas, um deles ganha atenção redobrada dos comandos militares. O Palácio Nacional, no centro da cidade, é alvo freqüente de manifestações e tiroteios. No prédio estão os integrantes do governo provisório que assumiu após a queda do presidente Jean Bertrand Aristide. Os brasileiros ainda ocupam a universidade com duas divisões e uma área próxima ao aeroporto internacional Toussaint Lovertue.

Em entrevista exclusiva à Radiobrás, o ex-comandante das tropas brasileiras no Haiti, o general Américo Salvador, explicou que o efetivo brasileiro, que já chegou a estar presente em seis áreas diferentes, conseguiu concentrar mais sua tropa. O motivo é a ampliação do número de soldados de outros países.

"A brigada está em quatro áreas, mas saliento que a principal é a do Palácio Nacional. É uma área bastante procurada e onde as manifestações acontecem com freqüência", acrescentou. O substituto do comandante é o general João Carlos Vilela, nomeado para o cargo em portaria publicada em 18 de novembro pelo Ministério da Defesa.

O bairro de Bel Air, ao lado do Palácio Nacional, também é acompanhado de perto pelos brasileiros. Nesta quinta-feira, são aguardadas manifestações pró-Aristide em diversas partes do país. O dia 16 de dezembro marca o aniversário da vitória do ex-presidente nas eleições.

Américo Salvador fez uma avaliação positiva dos primeiros seis meses em que os brasileiros estiveram no Haiti. "Acredito que cumprimos bem dois objetivos principais: executar a missão de paz e buscar uma situação estável no Haiti; e, ao mesmo tempo, representar bem o Brasil", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;