Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA e China começam a discutir escudo antimísseis


Das Agências

15/05/2001 | 09:08


O emissário norte-americano encarregado de explicar aos chineses o projeto de escudo antimísseis dos Estados Unidos iniciou na manhã desta terça-feira uma série de reuniões no ministério das Relações Exteriores em Pequim.

Antes das reuniões, o subsecretário de Estado para a região Ásia-Pacífico, James Kelly, se mostrou conciliador em relação as reservas de Pequim, um dos principais adversários do projeto.

"A China compartilha claramente conosco o mesmo interesse pela paz e a estabilidade na Ásia oriental e no mundo (....) e reduzir a ameaça representada pelos armamentos de destruição em massa é um elemento vital para a manutenção da paz e da estabilidade", disse Kelly à imprensa.

O governo chinês considera que o escudo antimísseis é dirigido principalmente contra a sua força de dissuasão e teme que Taiwan seja incluída em uma versão asiática do projeto (Theatre Missile Defence) destinada a mísseis de médio alcance.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA e China começam a discutir escudo antimísseis

Das Agências

15/05/2001 | 09:08


O emissário norte-americano encarregado de explicar aos chineses o projeto de escudo antimísseis dos Estados Unidos iniciou na manhã desta terça-feira uma série de reuniões no ministério das Relações Exteriores em Pequim.

Antes das reuniões, o subsecretário de Estado para a região Ásia-Pacífico, James Kelly, se mostrou conciliador em relação as reservas de Pequim, um dos principais adversários do projeto.

"A China compartilha claramente conosco o mesmo interesse pela paz e a estabilidade na Ásia oriental e no mundo (....) e reduzir a ameaça representada pelos armamentos de destruição em massa é um elemento vital para a manutenção da paz e da estabilidade", disse Kelly à imprensa.

O governo chinês considera que o escudo antimísseis é dirigido principalmente contra a sua força de dissuasão e teme que Taiwan seja incluída em uma versão asiática do projeto (Theatre Missile Defence) destinada a mísseis de médio alcance.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;