Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Reformulada, Bienal espera 700 mil pessoas


Marília Tiveron
Especial para o Diário

12/08/2010 | 07:04


É numa sexta-feira 13, que as portas da 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo se abrem para o público em geral (hoje só para expositores e convidados). Os números da feira convencem qualquer supersticioso de que o evento será um marco na história das bienais.

São esperadas mais de 700 mil pessoas no Pavilhão do Anhembi, com 350 expositores nacionais e internacionais, 200 convidados e 900 selos editoriais. Uma maratona de 1.100 horas de atividades foi dividida em 11 dias e espalhada por um espaço que equivale a dez campos de futebol. Não à toa, este é considerado o terceiro maior evento do gênero no mundo - atrás de Frankfurt e Turim.

Depois de uma edição criticada no ano passado, a Bienal passou por reformulação na programação e no espaço físico. A feira rejuvenesceu, ganhou ritmo e variedade.

Os livros continuam sendo os principais anfitriões, mas terão agora de dividir as atenções com grandes nomes da literatura nacional como os escritores Lygia Fagundes Telles, Ignácio de Loyola Brandão, Walcyr Carrasco e Marçal Aquino, e internacional, representada pela iraniana Azar Nafisi, o irlandês John Boyne e o canadense Dacre Stoker, sobrinho-bisneto de Bram Stoker, autor de Drácula. No mundo infantojuvenil, os destaques ficarão com Ziraldo, Pedro Bandeira e Mauricio de Sousa.

A esse grupo se juntarão atores como Regina Duarte e Paulo Goulart, que farão leituras interpretativas de textos literários em um palco; jornalistas como Alberto Dines e Caco Barcellos; e humoristas como Rafael Cortez e Hélio de La Peña, que integram a programação reservada à discussão de temas ligados à juventude.

Além dos estandes das editoras, o público também poderá circular por sete novos ambientes: Cozinhando com Palavras, Salão de Ideias, Palco Literário, Espaço do Professor, Território Livre, Espaço da Lusofonia e Exposição Monteiro Lobato. O público infantil também terá três espaços reservados: O Livro É uma Viagem, Fábulas com a Turma da Mônica e Exploração Discovery Kids.

Quatro grandes homenageados foram escolhidos para estampar esta edição: Clarice Lispector, Monteiro Lobato, Lusofonia e Livro Digital.

Os ingressos para a Bienal custam R$ 10 (R$ 5, meia). Professores, profissionais do livro, bibliotecários, estudantes que forem com as escolas, menores de 12 anos e maiores de 60 anos têm entrada gratuita, mediante documento comprobatório. Os bilhetes devem ser retirados com duas horas de antecedência. As atividades culturais são gratuitas, mas também é preciso se inscrever para participar.

Bienal Internacional do Livro de São Paulo - De hoje (somente para expositores) ao dia 22. Das 10h às 22h (no dia 22, das 10 às 20h, com entrada até as 18h). Pavilhão de Exposições do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209, São Paulo). Ingr.: R$ 10. Programação completa no site www.bienaldolivrosp.com.br.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Reformulada, Bienal espera 700 mil pessoas

Marília Tiveron
Especial para o Diário

12/08/2010 | 07:04


É numa sexta-feira 13, que as portas da 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo se abrem para o público em geral (hoje só para expositores e convidados). Os números da feira convencem qualquer supersticioso de que o evento será um marco na história das bienais.

São esperadas mais de 700 mil pessoas no Pavilhão do Anhembi, com 350 expositores nacionais e internacionais, 200 convidados e 900 selos editoriais. Uma maratona de 1.100 horas de atividades foi dividida em 11 dias e espalhada por um espaço que equivale a dez campos de futebol. Não à toa, este é considerado o terceiro maior evento do gênero no mundo - atrás de Frankfurt e Turim.

Depois de uma edição criticada no ano passado, a Bienal passou por reformulação na programação e no espaço físico. A feira rejuvenesceu, ganhou ritmo e variedade.

Os livros continuam sendo os principais anfitriões, mas terão agora de dividir as atenções com grandes nomes da literatura nacional como os escritores Lygia Fagundes Telles, Ignácio de Loyola Brandão, Walcyr Carrasco e Marçal Aquino, e internacional, representada pela iraniana Azar Nafisi, o irlandês John Boyne e o canadense Dacre Stoker, sobrinho-bisneto de Bram Stoker, autor de Drácula. No mundo infantojuvenil, os destaques ficarão com Ziraldo, Pedro Bandeira e Mauricio de Sousa.

A esse grupo se juntarão atores como Regina Duarte e Paulo Goulart, que farão leituras interpretativas de textos literários em um palco; jornalistas como Alberto Dines e Caco Barcellos; e humoristas como Rafael Cortez e Hélio de La Peña, que integram a programação reservada à discussão de temas ligados à juventude.

Além dos estandes das editoras, o público também poderá circular por sete novos ambientes: Cozinhando com Palavras, Salão de Ideias, Palco Literário, Espaço do Professor, Território Livre, Espaço da Lusofonia e Exposição Monteiro Lobato. O público infantil também terá três espaços reservados: O Livro É uma Viagem, Fábulas com a Turma da Mônica e Exploração Discovery Kids.

Quatro grandes homenageados foram escolhidos para estampar esta edição: Clarice Lispector, Monteiro Lobato, Lusofonia e Livro Digital.

Os ingressos para a Bienal custam R$ 10 (R$ 5, meia). Professores, profissionais do livro, bibliotecários, estudantes que forem com as escolas, menores de 12 anos e maiores de 60 anos têm entrada gratuita, mediante documento comprobatório. Os bilhetes devem ser retirados com duas horas de antecedência. As atividades culturais são gratuitas, mas também é preciso se inscrever para participar.

Bienal Internacional do Livro de São Paulo - De hoje (somente para expositores) ao dia 22. Das 10h às 22h (no dia 22, das 10 às 20h, com entrada até as 18h). Pavilhão de Exposições do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209, São Paulo). Ingr.: R$ 10. Programação completa no site www.bienaldolivrosp.com.br.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;