Fechar
Publicidade

Domingo, 1 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Grana fala em tirar cidade do isolamento


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

14/10/2012 | 06:56


SC900,116 O candidato à Prefeitura de Santo André pelo PT, Carlos Grana, destacou ontem que tirará a cidade do isolamento ao firmar relação estreita com o governo Dilma Rousseff (PT), caso eleito. "Não teremos mais notícia de devolução de verba por falta de projetos. Faremos quatro anos como se equivalessem a oito", disse, em crítica ao governo Aidan Ravin (PTB). O petista pretende retomar o diálogo com entidades civis. "É inadmissível não haver diálogo com Acisa, OAB, Ciesp e Feasa."EMGrana considerou que usará o mesmo mecanismo utilizado pelo prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), para angariar repasses da União. Planejar diretoria para requisitar recursos em Brasília, segundo o prefeiturável, será recorrente no eventual governo petista em Santo André, batendo de porta em porta nos ministérios. "Teremos esse diferencial com três elementos: vontade política, capacidade de gestão e grana (em referência ao dinheiro para investimentos)."EMO PT inaugurou ontem comitê suprapartidário onde era escritório de campanha da candidatura de Raimundo Salles (PDT), que, após a derrota, decidiu apoiar o projeto petista. Grana lembrou que o espaço, que será liderado pelo vereador Tiago Nogueira (PT), é representativo para a ala sindical e adequado para iniciar o segundo turno. Na sequência, caminhou com Salles e Marinho pelas ruas Senador Fláquer e Coronel Oliveira Lima. EMMarinho sustentou que a maior qualidade de Aidan é contar piadas. "Isso ele faz muito bem", disse o prefeito de São Bernardo. "Por isso a gestão virou uma piada. Deixou a desejar em todos os sentidos." O petista lamentou a ausência de planejamento a médio e longo prazos, a exemplo do programa que lançou na cidade vizinha. "Precisa de mudança." EMSalles enfatizou que a grande novidade na cidade nos últimos dez anos é a implantação da UFABC (Universidade Federal do ABC). "Devemos 90% disso ao (ex-deputado) Professor Luizinho (PT)." O pedetista desconsiderou qualquer tipo de avanço na gestão petebista, ao afirmar que Aidan não entregou nada do que prometeu. "Ele promete Poupatempo da Saúde, mas na verdade é AME (Ambulatório Médico de Especialidades), do Estado. Diz que prioriza Educação, porém a cidade cai no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica)."EMPMDBEMPelo apoio do PMDB, Marinho revelou que procurou o vice-presidente e mandatário nacional do PMDB, Michel Temer, para viabilizar o acordo. "Ele disse que estava tudo caminhando." Questionado sobre as chances de amarrar a adesão, o petista frisou: "Todas. O PMDB fechou apoio em São Paulo e Campinas (com os petistas)", avaliou, lembrando o processo de rompimento político entre Aidan e o ex-candidato peemedebista Nilson Bonome. "Não tenho dúvida de que eles (PMDB) virão conosco."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;