Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Coop tem crescimento de 13% em 2009


Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

21/01/2010 | 07:00


A Coop (Cooperativa de Consumo), rede de supermercados da região, tem motivos para comemorar. Apesar de 2009 ter sido um ano de incertezas, a empresa varejista teve crescimento nominal de 13%, índice superior aos 11% estimados pela Abras (Associação Brasileira de Supermercados). O faturamento bruto foi de R$ 1,3 bilhão.

O resultado supera as expectativas da rede, que no mês de outubro de 2009 previa crescimento de 10,3%. Segundo o presidente da Coop, Antonio José Monte, o ano passado foi excelente para o comércio varejista, já que o consumidor cortou alguns gastos supérfluos e passou a se abastecer com maior frequência nos supermercados. "Não se pode esquecer que o varejo brasileiro foi muito beneficiado pelo crescimento real da massa salarial, maior índice de carteiras assinadas e continuidade da facilidade na obtenção de crédito", explica Monte.

Atualmente, a Coop conta com 29 unidades de distribuição em operação, espalhadas pelo Grande ABC e interior do Estado. A rede tem plano de expansão ousado, que prevê a abertura de, em média, quatro novos pontos de distribuição por ano até 2013.

O bom desempenho da varejista em 2009, segundo a empresa, está atrelado a vários aspectos, como crescimento da rede com a inauguração de três unidades, a administração eficiente e as novas ferramentas estratégicas para ampliar o relacionamento com os cooperados. Este programa, denominado Gestão de Cooperados, realizou 79 campanhas de relacionamento no ano passado e envolveu mais de 1,6 milhão de cooperados.

Esse volume de cooperados impactados com o trabalho de relacionamento gerou incremento no faturamento da ordem de R$ 22 milhões e a estimativa é chegar em 2010 com aumento anual no faturamento de R$ 36 milhões. "A cada ano, vamos aperfeiçoando nossas ferramentas e temos certeza que estamos no caminho certo", destaca Monte.

Neste ano, a Coop promete continuar investindo na ampliação e na diversificação de serviços. Serão aplicados R$ 45 milhões em seis novas unidades de distribuição. A cooperativa também prevê a implantação de postos de gasolina e duas drogarias de rua com a marca Coop. Com isso, em 2010, a rede espera crescer 17,2% e fechar o ano com faturamento de R$ 1,603 bilhão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coop tem crescimento de 13% em 2009

Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

21/01/2010 | 07:00


A Coop (Cooperativa de Consumo), rede de supermercados da região, tem motivos para comemorar. Apesar de 2009 ter sido um ano de incertezas, a empresa varejista teve crescimento nominal de 13%, índice superior aos 11% estimados pela Abras (Associação Brasileira de Supermercados). O faturamento bruto foi de R$ 1,3 bilhão.

O resultado supera as expectativas da rede, que no mês de outubro de 2009 previa crescimento de 10,3%. Segundo o presidente da Coop, Antonio José Monte, o ano passado foi excelente para o comércio varejista, já que o consumidor cortou alguns gastos supérfluos e passou a se abastecer com maior frequência nos supermercados. "Não se pode esquecer que o varejo brasileiro foi muito beneficiado pelo crescimento real da massa salarial, maior índice de carteiras assinadas e continuidade da facilidade na obtenção de crédito", explica Monte.

Atualmente, a Coop conta com 29 unidades de distribuição em operação, espalhadas pelo Grande ABC e interior do Estado. A rede tem plano de expansão ousado, que prevê a abertura de, em média, quatro novos pontos de distribuição por ano até 2013.

O bom desempenho da varejista em 2009, segundo a empresa, está atrelado a vários aspectos, como crescimento da rede com a inauguração de três unidades, a administração eficiente e as novas ferramentas estratégicas para ampliar o relacionamento com os cooperados. Este programa, denominado Gestão de Cooperados, realizou 79 campanhas de relacionamento no ano passado e envolveu mais de 1,6 milhão de cooperados.

Esse volume de cooperados impactados com o trabalho de relacionamento gerou incremento no faturamento da ordem de R$ 22 milhões e a estimativa é chegar em 2010 com aumento anual no faturamento de R$ 36 milhões. "A cada ano, vamos aperfeiçoando nossas ferramentas e temos certeza que estamos no caminho certo", destaca Monte.

Neste ano, a Coop promete continuar investindo na ampliação e na diversificação de serviços. Serão aplicados R$ 45 milhões em seis novas unidades de distribuição. A cooperativa também prevê a implantação de postos de gasolina e duas drogarias de rua com a marca Coop. Com isso, em 2010, a rede espera crescer 17,2% e fechar o ano com faturamento de R$ 1,603 bilhão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;