Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians comemora dez anos do Mundial Fifa

Em 14 de janeiro de 2000, Timão fez história no Maracanã vencendo o Vasco diante de 73 mil torcedores


Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

14/01/2010 | 07:00


Celebrai corintianos! Hoje é dia de festa. Há exatos dez anos o Corinthians apareceu para o resto do mundo ao conquistar o Mundial de Clubes da Fifa. O dia de glória se deu sobre o Vasco, no Maracanã, diante de 73 mil torcedores, com a vitória por 4 a 3 no pênaltis, após empate sem gols.

O time carioca contava com estrelas como Romário e Edmundo, o que tornou a conquista corintiana, comandada por Edílson, Rincón e Marcelinho, ainda mais grandiosa.

O feito recebe ressalvas e provocações ainda hoje, sob a alegação de que Corinthians disputou o torneio sem ter passado pelo caminho tradicional, a Libertadores. "Sempre vão dizer isso. Mas era o regulamento e o torneio era reconhecido pela Fifa", rebate Marcelinho.

Além de Corinthians e Vasco, o torneio teve Real Madrid, Al Nassr (Arábia Saudita), Raja Casablanca (Marrocos), Manchester United, Necaxa (México) e o South Melbourne (Austrália).

Aquela foi a edição inaugural do torneio com a chancela da Fifa. As disputas aconteceram no Rio e em São Paulo. Foi também o primeiro torneio com participação de equipes de todos os continentes.

A Fifa ofereceu vaga a ser indicada pela CBF e outra ao Real Madrid, campeão da Copa Toyota de 1998 para completar oito equipes. A polêmica quanto às indicações foi o fato de a Conmebol indicar o Vasco, campeão da Libertadores em 1998, sendo que no meio de 1999 já haveria novo campeão (o Palmeiras).

A CBF indiciou o Corinthians, campeão brasileiro de 1998, sob a justificativa de que o Brasileirão do ano seguinte terminaria muito em cima do Mundial, o que poderia prejudicar o clube indicado. Mas o Timão foi bicampeão em 1999 e a polêmica caiu por terra.

Para chegar ao título, o Timão bateu o Raja Casablanca na estreia por 2 a 0, mesmo placar do jogo seguinte diante do Al Nassr. Empatou em 2 a 2 com o Real Madrid e superou o Vasco na final.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corinthians comemora dez anos do Mundial Fifa

Em 14 de janeiro de 2000, Timão fez história no Maracanã vencendo o Vasco diante de 73 mil torcedores

Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

14/01/2010 | 07:00


Celebrai corintianos! Hoje é dia de festa. Há exatos dez anos o Corinthians apareceu para o resto do mundo ao conquistar o Mundial de Clubes da Fifa. O dia de glória se deu sobre o Vasco, no Maracanã, diante de 73 mil torcedores, com a vitória por 4 a 3 no pênaltis, após empate sem gols.

O time carioca contava com estrelas como Romário e Edmundo, o que tornou a conquista corintiana, comandada por Edílson, Rincón e Marcelinho, ainda mais grandiosa.

O feito recebe ressalvas e provocações ainda hoje, sob a alegação de que Corinthians disputou o torneio sem ter passado pelo caminho tradicional, a Libertadores. "Sempre vão dizer isso. Mas era o regulamento e o torneio era reconhecido pela Fifa", rebate Marcelinho.

Além de Corinthians e Vasco, o torneio teve Real Madrid, Al Nassr (Arábia Saudita), Raja Casablanca (Marrocos), Manchester United, Necaxa (México) e o South Melbourne (Austrália).

Aquela foi a edição inaugural do torneio com a chancela da Fifa. As disputas aconteceram no Rio e em São Paulo. Foi também o primeiro torneio com participação de equipes de todos os continentes.

A Fifa ofereceu vaga a ser indicada pela CBF e outra ao Real Madrid, campeão da Copa Toyota de 1998 para completar oito equipes. A polêmica quanto às indicações foi o fato de a Conmebol indicar o Vasco, campeão da Libertadores em 1998, sendo que no meio de 1999 já haveria novo campeão (o Palmeiras).

A CBF indiciou o Corinthians, campeão brasileiro de 1998, sob a justificativa de que o Brasileirão do ano seguinte terminaria muito em cima do Mundial, o que poderia prejudicar o clube indicado. Mas o Timão foi bicampeão em 1999 e a polêmica caiu por terra.

Para chegar ao título, o Timão bateu o Raja Casablanca na estreia por 2 a 0, mesmo placar do jogo seguinte diante do Al Nassr. Empatou em 2 a 2 com o Real Madrid e superou o Vasco na final.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;