Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Guarda Civil encontra corpo de homem em terreno baldio


Vanessa de Oliveira

08/04/2018 | 07:00


 Corpo de um homem de 24 anos foi encontrado pela GCM (Guarda Civil Municipal) de São Bernardo, na manhã de ontem, em terreno na Rua Sabino Demarchi, no bairro Baeta Neves. A polícia suspeita que se trata do segundo corpo (um foi localizado na quinta-feira) de três pessoas que desapareceram após sequestro em Santo André, entre elas, o ex-policial militar Radamés Silva Donetti, 36 anos.

Notícias vinculam os desaparecimentos à rixa do PCC (Primeiro Comando da Capital), pela morte de Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, número um da facção. A família de Donetti informou que “não há existência de nenhum processo de crime contra Radamés que tenha ligação com esses fatos”. Ontem, o Diário noticiou, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, que Donetti foi desligado da PM em 2013. A família declara que a saída “foi feita de modo espontâneo “para empreender”.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guarda Civil encontra corpo de homem em terreno baldio

Vanessa de Oliveira

08/04/2018 | 07:00


 Corpo de um homem de 24 anos foi encontrado pela GCM (Guarda Civil Municipal) de São Bernardo, na manhã de ontem, em terreno na Rua Sabino Demarchi, no bairro Baeta Neves. A polícia suspeita que se trata do segundo corpo (um foi localizado na quinta-feira) de três pessoas que desapareceram após sequestro em Santo André, entre elas, o ex-policial militar Radamés Silva Donetti, 36 anos.

Notícias vinculam os desaparecimentos à rixa do PCC (Primeiro Comando da Capital), pela morte de Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, número um da facção. A família de Donetti informou que “não há existência de nenhum processo de crime contra Radamés que tenha ligação com esses fatos”. Ontem, o Diário noticiou, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, que Donetti foi desligado da PM em 2013. A família declara que a saída “foi feita de modo espontâneo “para empreender”.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;