Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Eder não detalha ações, mas foca na estrutura municipal

Secretário de Esporte de São Caetano alega pouco tempo em 2013 e cita obra para Copa do Mundo


Cynthia Tavares

28/11/2013 | 07:00


Eder Xavier (PCdoB) assumiu a Pasta de Esporte e Turismo de São Caetano sem detalhar projetos, mas garantiu que o foco do trabalho será a parte estrutural. O vereador licenciado tomou posse ontem com a presença da maioria dos parlamentares e secretários da administração de Paulo Pinheiro (PMDB).

O novo integrante do primeiro escalão disse que a cidade possui boa arrecadação, mas falta gestão voltada para melhorar a infraestrutura municipal, como centros de treinamento e clubes. No ano que vem, ele terá R$ 26 milhões em caixa – R$ 5 milhões a mais do que o disponibilizado em 2013. “Temos 15 dias úteis neste ano. Quero buscar todas as informações necessárias para direcionar o meu trabalho a partir do ano que vem”, considerou.

O comunista sustentou que as ações feitas pelo ex-secretário Gilmar Tadeu Ribeiro Alves precisam ser respeitadas, pois serão importantes para o planejamento do ano que vem. “O meu antecessor se preocupou em trazer recursos federais, que estão chegando ainda. O ciclo está completando”, alegou.

A expectativa é que a cidade receba R$ 29 milhões em investimentos para Copa do Mundo e Olimpíada. Entre as obras estão centro de treinamento para ginástica artística e alojamento para atletas. Eder aproveitou a oportunidade para cobrar sua irmã, a comandante da Pasta de Obras e Habitação, Elda Xavier. “Acho que a obra do Estádio (Anacleto Campanella) está demorando muito.” A secretária deve ser a próxima baixa do governo – ela ainda não foi exonerada porque não existe substituto, que provavelmente será um funcionário de carreira.

A Prefeitura lançou ontem edital para contratar empresa que realize a reforma no local, incluindo a construção do centro de treinamento para as seleções até abril do ano que vem.

No mês passado, o COL (Comitê Organizador Local) da Copa do Mundo de 2014 divulgou que São Caetano poderá disputar vaga para servir de base para aclimatação e treinos a um dos 32 países que virão ao Brasil em 2014.

O secretário de Esporte ponderou que abrigar as seleções pode ser uma situação delicada. “Você corre o risco de colocar os atletas e levar ‘estilingada’ política por algum problema. A verba de R$ 6 milhões (oriunda do governo federal) é para construção (e reforma do estádio), mas quero mostrar a realidade para os dirigentes”, declarou. O município trabalha com a possibilidade de servir como base para os times somente na segunda fase do torneio – neste caso, a estadia é menor e a estrutura solicitada é mais simples.

RELACIONAMENTO

Eder comentou sobre o relacionamento que terá com o ex-prefeito de São Caetano e atual secretário estadual de Esporte e Lazer, José Auricchio Júnior (PTB). O comunista sempre fez oposição ao ex-chefe do Paço. “Mesmo fazendo críticas, eu nunca levei para o lado pessoal. É evidente que existe uma luta política, mas vou mostrar nossos projetos para ele. Vou até lá sem problemas.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Eder não detalha ações, mas foca na estrutura municipal

Secretário de Esporte de São Caetano alega pouco tempo em 2013 e cita obra para Copa do Mundo

Cynthia Tavares

28/11/2013 | 07:00


Eder Xavier (PCdoB) assumiu a Pasta de Esporte e Turismo de São Caetano sem detalhar projetos, mas garantiu que o foco do trabalho será a parte estrutural. O vereador licenciado tomou posse ontem com a presença da maioria dos parlamentares e secretários da administração de Paulo Pinheiro (PMDB).

O novo integrante do primeiro escalão disse que a cidade possui boa arrecadação, mas falta gestão voltada para melhorar a infraestrutura municipal, como centros de treinamento e clubes. No ano que vem, ele terá R$ 26 milhões em caixa – R$ 5 milhões a mais do que o disponibilizado em 2013. “Temos 15 dias úteis neste ano. Quero buscar todas as informações necessárias para direcionar o meu trabalho a partir do ano que vem”, considerou.

O comunista sustentou que as ações feitas pelo ex-secretário Gilmar Tadeu Ribeiro Alves precisam ser respeitadas, pois serão importantes para o planejamento do ano que vem. “O meu antecessor se preocupou em trazer recursos federais, que estão chegando ainda. O ciclo está completando”, alegou.

A expectativa é que a cidade receba R$ 29 milhões em investimentos para Copa do Mundo e Olimpíada. Entre as obras estão centro de treinamento para ginástica artística e alojamento para atletas. Eder aproveitou a oportunidade para cobrar sua irmã, a comandante da Pasta de Obras e Habitação, Elda Xavier. “Acho que a obra do Estádio (Anacleto Campanella) está demorando muito.” A secretária deve ser a próxima baixa do governo – ela ainda não foi exonerada porque não existe substituto, que provavelmente será um funcionário de carreira.

A Prefeitura lançou ontem edital para contratar empresa que realize a reforma no local, incluindo a construção do centro de treinamento para as seleções até abril do ano que vem.

No mês passado, o COL (Comitê Organizador Local) da Copa do Mundo de 2014 divulgou que São Caetano poderá disputar vaga para servir de base para aclimatação e treinos a um dos 32 países que virão ao Brasil em 2014.

O secretário de Esporte ponderou que abrigar as seleções pode ser uma situação delicada. “Você corre o risco de colocar os atletas e levar ‘estilingada’ política por algum problema. A verba de R$ 6 milhões (oriunda do governo federal) é para construção (e reforma do estádio), mas quero mostrar a realidade para os dirigentes”, declarou. O município trabalha com a possibilidade de servir como base para os times somente na segunda fase do torneio – neste caso, a estadia é menor e a estrutura solicitada é mais simples.

RELACIONAMENTO

Eder comentou sobre o relacionamento que terá com o ex-prefeito de São Caetano e atual secretário estadual de Esporte e Lazer, José Auricchio Júnior (PTB). O comunista sempre fez oposição ao ex-chefe do Paço. “Mesmo fazendo críticas, eu nunca levei para o lado pessoal. É evidente que existe uma luta política, mas vou mostrar nossos projetos para ele. Vou até lá sem problemas.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;