Fechar
Publicidade

Domingo, 1 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Adeílson é dúvida na zaga do Santo André


Angelo Verotti
Do Diário do Grande ABC

12/04/2002 | 00:01


O Santo André pode ter um importante desfalque para a partida contra o Rio Branco, domingo às 11h, no Bruno Daniel, pela Série A-1 do Campeonato Paulista. O zagueiro Adeílson torceu o tornozelo direito numa dividida com o lateral-direito Neno, durante treinamento de quarta-feira, e é dúvida do técnico Zé Teodoro para o confronto. “Fui travar uma bola com o Neno, pisei no pé dele, e torci o tornozelo. Na hora, doeu muito. Mas estou fazendo tratamento no local e vamos ver se me recupero a tempo de jogar”, disse nesta quinta o jogador, que está concentrado com o elenco do Ramalhão na Estância Santa Filomena, em Jarinu.

Mas nem mesmo as dores de Adeílson tiram do treinador a esperança de ver o atleta em campo no jogo frente ao Tigre. “Faltam pelo menos 72 horas até o início do confronto e tenho certeza de que o Adeílson terá condições de atuar. Mas caso ele venha a ser vetado pelo departamento médico, temos duas grandes opções para o setor: o Lica e o Baresi. Eles têm ido muito bem nos treinamentos e serão aproveitados caso Adeílson não se recupere a tempo”, afirmou Zé Teodoro.

A diretoria e a comissão técnica têm feito o possível para motivar os jogadores do Santo André, para que eles possam levar a equipe à primeira vitória no returno do Estadual – em cinco jogos disputados na segunda fase, o Ramalhão perdeu três (União Barbarense, Juventus e Mogi Mirim) e empatou dois (Ituano e Matonense). Na quarta-feira à noite, os atletas assistiram a uma palestra motivacional do fundador e coordenador da ADD (Associação Desportiva para Deficientes), Steven Dubner.

“Ele (Steven) trabalha com deficientes físicos esportistas e nos mostrou as maravilhas que fazem mesmo com os problemas que possuem. Isso nos deu motivação para trabalhar em dobro, já que não temos nenhum tipo de problema e recebemos todo suporte da diretoria e comissão técnica para desempenharmos nossa função”, disse o zagueiro Lica. “Foi de fazer chorar”, afirmou o lateral-direito Neno. “Vimos a motivação dos esportistas que ele (Steven) comanda e percebemos que temos de apresentar alegria e vontade semelhantes. Foi um bate-papo gratificante”.

O técnico Zé Teodoro define no coletivo desta sexta pela manhã a equipe que enfrenta o Rio Branco domingo. Nesta quinta, ele testou diversas opções táticas, mas não quis revelar a de sua preferência.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;