Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 15 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Vencedora do Desafio de Redação já planeja cursar segunda faculdade

Ricardo Trida/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

19/11/2016 | 07:00


Premiada, na quinta-feira, com uma bolsa de estudos na USCS (Universidade Municipal de São Caetano) após sair vencedora do 10º Desafio de Redação, concurso literário promovido pelo Diário. a estudante Ynarah Rodrigues Zamproni, 17 anos, já pensa na segunda graduação. Depois de concluir a carreira de Medicina, desejo inicial, a jovem planeja cursar Letras. A produção literária da estudante sobre o tema Água Não Nasce na Torneira foi eleita a melhor entre as realizadas por alunos do 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas da região.

“Num primeiro momento, até penso em fazer Medicina como disse no dia que ganhei a bolsa, mas ainda fico da dúvida por saber que o vestibular da Vunesp (conhecida por administrar o processo seletivo da Unesp) é concorrido. Meu pai mesmo até me incentivou a fazer Direito, mas vou pensar até o fim do ano. Em 2017 já quero começar e, quem sabe, faço também Letras mais para frente como uma segunda graduação”, revela.

A estudante, que ontem disse ter vivenciado um momento “incrível” e até de “fama” na EE Dom José Gaspar, em Ribeirão Pires, ressaltou o peso de ter conquistado o primeiro lugar no concurso literário. “É uma responsabilidade. Sinto que posso ser exemplo para os jovens, que vão participar no próximo ano do Desafio”.

Fã da saga Harry Potter, Ynarah relembra que o tema água já era comum na sua rotina de estudos. “No ano passado, já tinha feito um trabalho sobre a história da (Represa) Billings. Inclusive, a professora da USCS Marta Marcondes levou o projeto para expor na universidade.”

“Uma garota batalhadora e que sempre pensa em ajudar o próximo”. É assim que Regiane Aparecida Rodrigues, 51, mãe de Ynarah, descreve sua filha. A professora, que “passou a noite toda chorando”, destaca o orgulho de ter visto sua filha ter sua redação premiada. “É o melhor presente que um pai e uma mãe podem receber”.

Já para a estudante, daqui para frente só uma coisa importa. “Agora é estudar para passar no vestibular”.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vencedora do Desafio de Redação já planeja cursar segunda faculdade

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

19/11/2016 | 07:00


Premiada, na quinta-feira, com uma bolsa de estudos na USCS (Universidade Municipal de São Caetano) após sair vencedora do 10º Desafio de Redação, concurso literário promovido pelo Diário. a estudante Ynarah Rodrigues Zamproni, 17 anos, já pensa na segunda graduação. Depois de concluir a carreira de Medicina, desejo inicial, a jovem planeja cursar Letras. A produção literária da estudante sobre o tema Água Não Nasce na Torneira foi eleita a melhor entre as realizadas por alunos do 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas da região.

“Num primeiro momento, até penso em fazer Medicina como disse no dia que ganhei a bolsa, mas ainda fico da dúvida por saber que o vestibular da Vunesp (conhecida por administrar o processo seletivo da Unesp) é concorrido. Meu pai mesmo até me incentivou a fazer Direito, mas vou pensar até o fim do ano. Em 2017 já quero começar e, quem sabe, faço também Letras mais para frente como uma segunda graduação”, revela.

A estudante, que ontem disse ter vivenciado um momento “incrível” e até de “fama” na EE Dom José Gaspar, em Ribeirão Pires, ressaltou o peso de ter conquistado o primeiro lugar no concurso literário. “É uma responsabilidade. Sinto que posso ser exemplo para os jovens, que vão participar no próximo ano do Desafio”.

Fã da saga Harry Potter, Ynarah relembra que o tema água já era comum na sua rotina de estudos. “No ano passado, já tinha feito um trabalho sobre a história da (Represa) Billings. Inclusive, a professora da USCS Marta Marcondes levou o projeto para expor na universidade.”

“Uma garota batalhadora e que sempre pensa em ajudar o próximo”. É assim que Regiane Aparecida Rodrigues, 51, mãe de Ynarah, descreve sua filha. A professora, que “passou a noite toda chorando”, destaca o orgulho de ter visto sua filha ter sua redação premiada. “É o melhor presente que um pai e uma mãe podem receber”.

Já para a estudante, daqui para frente só uma coisa importa. “Agora é estudar para passar no vestibular”.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;