Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 12 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Após uma semana, ônibus intermunicipais voltam a circular

Greve afetou cerca de 45 mil pessoas


Leonardo Santos
Especial para o Diário

19/11/2016 | 07:00


Após uma semana de paralisação, funcionários da Eaosa (Empresa Auto-Ônibus de Santo André) e Viação Ribeirão Pires voltaram ao trabalho ontem, por volta das 15h30. As duas empresas operam frota de 100 ônibus intermunicipais, que circulam entre o Grande ABC e a Capital. A greve afetou cerca de 45 mil pessoas.

Esta é a quarta vez no ano que os funcionários das viações administradas pelo empresário Baltazar José de Souza cruzam os braços como forma de cobrar o pagamento de salários atrasados.

Trabalhadores das viações Triângulo, Riacho Grande e Imigrantes também paralisaram suas atividades devido ao atraso dos salários e voltaram a operar somente no fim da tarde de quarta-feira.

Como alternativa, usuários tiveram que utilizar a Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e as linhas da empresa Rigras, que cruzam Ribeirão Pires.

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo) informou que as empresas serão atuadas pelas partidas que não foram realizadas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após uma semana, ônibus intermunicipais voltam a circular

Greve afetou cerca de 45 mil pessoas

Leonardo Santos
Especial para o Diário

19/11/2016 | 07:00


Após uma semana de paralisação, funcionários da Eaosa (Empresa Auto-Ônibus de Santo André) e Viação Ribeirão Pires voltaram ao trabalho ontem, por volta das 15h30. As duas empresas operam frota de 100 ônibus intermunicipais, que circulam entre o Grande ABC e a Capital. A greve afetou cerca de 45 mil pessoas.

Esta é a quarta vez no ano que os funcionários das viações administradas pelo empresário Baltazar José de Souza cruzam os braços como forma de cobrar o pagamento de salários atrasados.

Trabalhadores das viações Triângulo, Riacho Grande e Imigrantes também paralisaram suas atividades devido ao atraso dos salários e voltaram a operar somente no fim da tarde de quarta-feira.

Como alternativa, usuários tiveram que utilizar a Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e as linhas da empresa Rigras, que cruzam Ribeirão Pires.

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo) informou que as empresas serão atuadas pelas partidas que não foram realizadas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;