Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Expresso ABC começa no dia 30

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Expresso estará disponível de segunda a
sexta-feira das 6h às 9h e das 16h às 19h


Daniel Macário
Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

19/11/2016 | 07:00


 De Santo André a São Paulo em apenas dez minutos. Esse é o principal benefício da linha expressa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) entre as estações Celso Daniel-Santo André e Tamanduateí, na Capital, com apenas uma parada em São Caetano, que entra em vigor no dia 30.

O serviço, que funcionará concomitantemente com a Linha 10-Turquesa (que liga o Brás a Rio Grande da Serra), custará o mesmo valor do bilhete de trem (R$ 3,80) e também possibilitará baldeação com o Metrô, pela Linha 2-Verde. Dessa forma, irá atender, principalmente, o morador do Grande ABC que trabalha nas proximidades da Avenida Paulista. A expectativa é transportar cerca de 49 mil usuários por dia.

Em entrevista exclusiva ao Diário na manhã de ontem, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) explicou que o serviço não afetará o atual trecho da Linha 10 da CPTM. “O Expresso funcionará como uma terceira via. Existem três linhas para circulação dos trens e são usados normalmente os ramais 1 e 3. Esse novo trajeto vai funcionar no ramal 2, o que garante o uso dos vagões de forma simultânea”, explicou o tucano. Segundo o chefe do Executivo, já estão sendo realizados testes sem passageiros no trajeto. A região é a primeira do Estado a ter esse serviço mais rápido de transporte de trens.

O Expresso estará disponível de segunda a sexta-feira em dois períodos: das 6h às 9h e das 16h às 19h. Pela manhã, os trens farão o trajeto entre Santo André e Tamanduateí. À tarde, farão o percurso no sentido contrário, nos dois casos com parada apenas na Estação São Caetano da CPTM. Ao todo, serão 14 viagens diretas entre as três estações, em intervalos médios de 24 minutos.

O gerente de relacionamento da CPTM, Sérgio de Carvalho Júnior, explicou que a escolha da região se deu pelo alto volume de passageiros. “Estudos apontaram que essas três estações são responsáveis pela maior concentração de usuários nesses horários, muito em virtude da presença da Linha 2 do Metrô”. Segundo o técnico, a companhia reforçou a frota do Grande ABC com mais duas composições, com capacidade para 2.000 usuários cada uma.

Alckmin também disse que o Estado terá, até o fim do ano, dez novos vagões, dos 65 prometidos até o ano que vem, em funcionamento. “Hoje temos em operação 139 trens, o que significa que em breve teremos a metade da frota renovada, zero-quilômetro, podendo tirar de circulação vagões da década de 1950”, explicou o tucano.

O governador falou que ainda busca soluções para destravar o andamento da Linha 18 do Metrô, que também ligará São Paulo à região. “Estou indo frequentemente a Brasília para solucionar essa questão do financiamento. Queremos solução rápida para essa obra”. Ainda na gestão Dilma Rousseff (PT), Estado e União entraram em atrito quanto à documentação para aprovação do financiamento. Logo após assumir, Michel Temer (PMDB) solicitou ao ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), que desse andamento ao processo, mas ainda não há solução.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Expresso ABC começa no dia 30

Expresso estará disponível de segunda a
sexta-feira das 6h às 9h e das 16h às 19h

Daniel Macário
Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

19/11/2016 | 07:00


 De Santo André a São Paulo em apenas dez minutos. Esse é o principal benefício da linha expressa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) entre as estações Celso Daniel-Santo André e Tamanduateí, na Capital, com apenas uma parada em São Caetano, que entra em vigor no dia 30.

O serviço, que funcionará concomitantemente com a Linha 10-Turquesa (que liga o Brás a Rio Grande da Serra), custará o mesmo valor do bilhete de trem (R$ 3,80) e também possibilitará baldeação com o Metrô, pela Linha 2-Verde. Dessa forma, irá atender, principalmente, o morador do Grande ABC que trabalha nas proximidades da Avenida Paulista. A expectativa é transportar cerca de 49 mil usuários por dia.

Em entrevista exclusiva ao Diário na manhã de ontem, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) explicou que o serviço não afetará o atual trecho da Linha 10 da CPTM. “O Expresso funcionará como uma terceira via. Existem três linhas para circulação dos trens e são usados normalmente os ramais 1 e 3. Esse novo trajeto vai funcionar no ramal 2, o que garante o uso dos vagões de forma simultânea”, explicou o tucano. Segundo o chefe do Executivo, já estão sendo realizados testes sem passageiros no trajeto. A região é a primeira do Estado a ter esse serviço mais rápido de transporte de trens.

O Expresso estará disponível de segunda a sexta-feira em dois períodos: das 6h às 9h e das 16h às 19h. Pela manhã, os trens farão o trajeto entre Santo André e Tamanduateí. À tarde, farão o percurso no sentido contrário, nos dois casos com parada apenas na Estação São Caetano da CPTM. Ao todo, serão 14 viagens diretas entre as três estações, em intervalos médios de 24 minutos.

O gerente de relacionamento da CPTM, Sérgio de Carvalho Júnior, explicou que a escolha da região se deu pelo alto volume de passageiros. “Estudos apontaram que essas três estações são responsáveis pela maior concentração de usuários nesses horários, muito em virtude da presença da Linha 2 do Metrô”. Segundo o técnico, a companhia reforçou a frota do Grande ABC com mais duas composições, com capacidade para 2.000 usuários cada uma.

Alckmin também disse que o Estado terá, até o fim do ano, dez novos vagões, dos 65 prometidos até o ano que vem, em funcionamento. “Hoje temos em operação 139 trens, o que significa que em breve teremos a metade da frota renovada, zero-quilômetro, podendo tirar de circulação vagões da década de 1950”, explicou o tucano.

O governador falou que ainda busca soluções para destravar o andamento da Linha 18 do Metrô, que também ligará São Paulo à região. “Estou indo frequentemente a Brasília para solucionar essa questão do financiamento. Queremos solução rápida para essa obra”. Ainda na gestão Dilma Rousseff (PT), Estado e União entraram em atrito quanto à documentação para aprovação do financiamento. Logo após assumir, Michel Temer (PMDB) solicitou ao ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), que desse andamento ao processo, mas ainda não há solução.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;