Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Barthasar ganha adeptos em Mauá


Raphael Rocha

07/06/2019 | 06:34


Começa a ganhar corpo dentro do grupo de Alaíde Damo (MDB), prefeita de Mauá, movimentação para que o coronel Paulo Barthasar (PSL), hoje secretário de Desenvolvimento Econômico e de Relações Institucionais, seja o candidato governista à sucessão em 2020. Tudo ainda está incipiente, mas a postura de Barthasar vem sendo elogiada dentro do Paço. Além disso, sua ligação com a área de segurança pública poderia impulsionar votos. Barthasar virou braço direito de Alaíde, tem acompanhado a prefeita em diversas agendas e reuniões – inclusive com a classe política –, fatos que fazem crescer especulações em torno de seu nome. Barthasar foi candidato a vice na eleição de 2016, em chapa liderada por Márcio Chaves (PSD), hoje secretário de Saúde de Santo André. 

Visita

 A presença do ex-prefeito Luiz Marinho (PT) na sessão de quarta-feira na Câmara de São Bernardo causou alvoroço entre os vereadores, em especial entre aqueles que defenderam a gestão petista e que agora estão na base de sustentação do prefeito Orlando Morando (PSDB). Muitos interpretaram que o fato de Marinho ter ido ao Legislativo é mostra mais do que contundente de que ele está mesmo disposto a concorrer ao Paço no ano que vem. E mais do que isso: de montar coalizão para derrotar o atual governo.

Candidatura – 1

 Sétimo colocado na eleição a prefeito de Diadema em 2016, o presidente do PMN local, Silvino Roque Neto, conhecido como Russo, anunciou que vai se candidatar ao Paço novamente. Três anos atrás, Russo conquistou 691 votos (0,35% dos válidos), muito longe dos protagonistas daquele pleito, vencido no segundo turno por Lauro Michels (PV).

Candidatura – 2

 Russo argumenta que o governo Lauro Michels “é péssimo” e que o PMN tem tradição de lançar nomes na cidade – Ricardo Yoshio em 2008, Buiú em 2012 e ele em 2016. “É um jovem que buscou a mudança e desestabilizou a cidade. Está pior do que antes, com o PT. A cidade tem de voltar às origens. Não com um filho de papai, que nunca soube o que é trabalhar.”

Educação Fila Zero

 Vereador de Santo André, Professor Minhoca (PSDB) protocolou na Câmara projeto de lei sugerindo a adoção do Educação Fila Zero, programa semelhante ao adotado pelo governo de Paulo Serra (PSDB) na área da saúde para reduzir a fila por exames. O texto versa que instituições de ensino que tenham débito com a municipalidade podem compensar as pendências mediante oferta de bolsas de estudo integrais para crianças de até 5 anos de idade na educação básica. Na justificativa, o tucano lembra que há série de ações judiciais e, ao mesmo tempo, o deficit por vagas em creche na cidade chega a 6.000 alunos.

Tese vencedora

 O vereador Jander Lira (PP), de São Caetano, não escondeu a felicidade em ver que sua tese foi a mais utilizada pelos colegas na análise das contas do ex-prefeito Paulo Pinheiro (DEM) – rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), mas aprovadas pela Câmara na terça-feira. Ele citou que o relator das contas no TCE, conselheiro Renato Martins Costa, recomendou a aprovação do balanço financeiro de 2014, mas foi voto vencido quando o caso foi ao colegiado. “Se quem acompanhou de perto as contas, que foi o relator, emitiu parecer favorável, não seria eu quem iria contra”, disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Barthasar ganha adeptos em Mauá

Raphael Rocha

07/06/2019 | 06:34


Começa a ganhar corpo dentro do grupo de Alaíde Damo (MDB), prefeita de Mauá, movimentação para que o coronel Paulo Barthasar (PSL), hoje secretário de Desenvolvimento Econômico e de Relações Institucionais, seja o candidato governista à sucessão em 2020. Tudo ainda está incipiente, mas a postura de Barthasar vem sendo elogiada dentro do Paço. Além disso, sua ligação com a área de segurança pública poderia impulsionar votos. Barthasar virou braço direito de Alaíde, tem acompanhado a prefeita em diversas agendas e reuniões – inclusive com a classe política –, fatos que fazem crescer especulações em torno de seu nome. Barthasar foi candidato a vice na eleição de 2016, em chapa liderada por Márcio Chaves (PSD), hoje secretário de Saúde de Santo André. 

Visita

 A presença do ex-prefeito Luiz Marinho (PT) na sessão de quarta-feira na Câmara de São Bernardo causou alvoroço entre os vereadores, em especial entre aqueles que defenderam a gestão petista e que agora estão na base de sustentação do prefeito Orlando Morando (PSDB). Muitos interpretaram que o fato de Marinho ter ido ao Legislativo é mostra mais do que contundente de que ele está mesmo disposto a concorrer ao Paço no ano que vem. E mais do que isso: de montar coalizão para derrotar o atual governo.

Candidatura – 1

 Sétimo colocado na eleição a prefeito de Diadema em 2016, o presidente do PMN local, Silvino Roque Neto, conhecido como Russo, anunciou que vai se candidatar ao Paço novamente. Três anos atrás, Russo conquistou 691 votos (0,35% dos válidos), muito longe dos protagonistas daquele pleito, vencido no segundo turno por Lauro Michels (PV).

Candidatura – 2

 Russo argumenta que o governo Lauro Michels “é péssimo” e que o PMN tem tradição de lançar nomes na cidade – Ricardo Yoshio em 2008, Buiú em 2012 e ele em 2016. “É um jovem que buscou a mudança e desestabilizou a cidade. Está pior do que antes, com o PT. A cidade tem de voltar às origens. Não com um filho de papai, que nunca soube o que é trabalhar.”

Educação Fila Zero

 Vereador de Santo André, Professor Minhoca (PSDB) protocolou na Câmara projeto de lei sugerindo a adoção do Educação Fila Zero, programa semelhante ao adotado pelo governo de Paulo Serra (PSDB) na área da saúde para reduzir a fila por exames. O texto versa que instituições de ensino que tenham débito com a municipalidade podem compensar as pendências mediante oferta de bolsas de estudo integrais para crianças de até 5 anos de idade na educação básica. Na justificativa, o tucano lembra que há série de ações judiciais e, ao mesmo tempo, o deficit por vagas em creche na cidade chega a 6.000 alunos.

Tese vencedora

 O vereador Jander Lira (PP), de São Caetano, não escondeu a felicidade em ver que sua tese foi a mais utilizada pelos colegas na análise das contas do ex-prefeito Paulo Pinheiro (DEM) – rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), mas aprovadas pela Câmara na terça-feira. Ele citou que o relator das contas no TCE, conselheiro Renato Martins Costa, recomendou a aprovação do balanço financeiro de 2014, mas foi voto vencido quando o caso foi ao colegiado. “Se quem acompanhou de perto as contas, que foi o relator, emitiu parecer favorável, não seria eu quem iria contra”, disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;