Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Neycar é cotado para o Paço de Mauá

Presidente da Câmara de Mauá, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), entrou de vez no jogo eleitoral


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

09/05/2019 | 07:51


Presidente da Câmara de Mauá, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), entrou de vez no jogo eleitoral do ano que vem. Peça-chave no impeachment de Atila Jacomussi (PSB), o parlamentar foi fiador de diversos acordos nos bastidores com os demais vereadores. Enquanto a hoje prefeita Alaíde Damo (MDB) rejeitava conversar com a casa – durante as gestões interinas devido às prisões de Atila –, era Neycar o responsável por segurar o ímpeto dos colegas. Agora com Atila fora da disputa – está inelegível –, Neycar tem articulado uma possível candidatura ao Paço. Marqueteiros têm frequentado seu gabinete, esboçando planos que podem apresentar seu nome na cidade. Vereadores também estimulam esse projeto eleitoral e até se colocam como vice. Ou seja, Neycar estará nas urnas outra vez no ano que vem. Mas na disputa pela Prefeitura.

Guerra nas redes
Assim que o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), protocolou na Câmara projeto pedindo autorização para fazer acordo com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) para zerar a dívida do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental), o ex-secretário Ailton Lima (PSD) foi ao Facebook criticar a proposta. “Não estou acreditando no que está para acontecer na nossa cidade”, bradou o ex-aliado do prefeito, que tem se colocado como pré-candidato ao Paço. Segundo o pessedista, falta discussão. Logo depois, foi a vez de Paulo Serra utilizar o mesmo canal para defender o projeto. “É muito importante. Dá para a cidade capacidade de investimento na rede de distribuição”, declarou. “É para resolver o problema de falta de água. Queremos água na torneira das pessoas, com qualidade.”

Volta
Sabendo que, provavelmente, o PMN sofrerá com as mudanças nas regras eleitorais – estarão impedidas coligações proporcionais em 2020 –, o vereador Toninho de Jesus, de Santo André, tem sondado siglas para se abrigar na disputa. Ele quer um partido aliado ao prefeito Paulo Serra (PSDB) e retorno ao DEM é bastante considerado.

Recados
Chamou atenção o voto favorável do vereador Marcel Munhoz (Cidadania), de São Caetano, à emenda apresentada pela bancada do PP, formada por Jander Lira e Chico Bento, ao projeto de regulamentação do uso de bicicletas e patinetes elétricos. Munhoz é aliado do Palácio da Cerâmica, mas, nos últimos tempos, não esconde descontentamento publicamente.

Substituto
Secretário de Serviços Urbanos e vice-prefeito de São Bernardo, Marcelo Lima (PSD) definiu o substituto de Mario Orsolan. Mansueto Henrique Lunardi virou número dois da pasta. Lunardi foi gerente de projetos e obras da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos).

Reconduzido
Presidente do PT de Mauá, Getúlio Júnior, o Juninho, será reconduzido ao comando do petismo da cidade. Houve acordo entre as principais lideranças para que ele continue como dirigente petista. Ele ficará responsável por direcionar o partido para a eleição de 2020.

Candidatura
Ex-diretora do Procon de Diadema e ex-diretor da Fundação Florestan Fernandes, Denise Ventrici e Joeder Souza, respectivamente, devem participar da eleição do ano que vem. Denise como candidata à Prefeitura e Joeder em busca de vaga na Câmara. Os dois, que foram aliados do prefeito Lauro Michels (PV) desde a construção do projeto do verde, ainda em 2012, foram alijados do governo sem muitas explicações do chefe do Executivo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Neycar é cotado para o Paço de Mauá

Presidente da Câmara de Mauá, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), entrou de vez no jogo eleitoral

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

09/05/2019 | 07:51


Presidente da Câmara de Mauá, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), entrou de vez no jogo eleitoral do ano que vem. Peça-chave no impeachment de Atila Jacomussi (PSB), o parlamentar foi fiador de diversos acordos nos bastidores com os demais vereadores. Enquanto a hoje prefeita Alaíde Damo (MDB) rejeitava conversar com a casa – durante as gestões interinas devido às prisões de Atila –, era Neycar o responsável por segurar o ímpeto dos colegas. Agora com Atila fora da disputa – está inelegível –, Neycar tem articulado uma possível candidatura ao Paço. Marqueteiros têm frequentado seu gabinete, esboçando planos que podem apresentar seu nome na cidade. Vereadores também estimulam esse projeto eleitoral e até se colocam como vice. Ou seja, Neycar estará nas urnas outra vez no ano que vem. Mas na disputa pela Prefeitura.

Guerra nas redes
Assim que o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), protocolou na Câmara projeto pedindo autorização para fazer acordo com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) para zerar a dívida do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental), o ex-secretário Ailton Lima (PSD) foi ao Facebook criticar a proposta. “Não estou acreditando no que está para acontecer na nossa cidade”, bradou o ex-aliado do prefeito, que tem se colocado como pré-candidato ao Paço. Segundo o pessedista, falta discussão. Logo depois, foi a vez de Paulo Serra utilizar o mesmo canal para defender o projeto. “É muito importante. Dá para a cidade capacidade de investimento na rede de distribuição”, declarou. “É para resolver o problema de falta de água. Queremos água na torneira das pessoas, com qualidade.”

Volta
Sabendo que, provavelmente, o PMN sofrerá com as mudanças nas regras eleitorais – estarão impedidas coligações proporcionais em 2020 –, o vereador Toninho de Jesus, de Santo André, tem sondado siglas para se abrigar na disputa. Ele quer um partido aliado ao prefeito Paulo Serra (PSDB) e retorno ao DEM é bastante considerado.

Recados
Chamou atenção o voto favorável do vereador Marcel Munhoz (Cidadania), de São Caetano, à emenda apresentada pela bancada do PP, formada por Jander Lira e Chico Bento, ao projeto de regulamentação do uso de bicicletas e patinetes elétricos. Munhoz é aliado do Palácio da Cerâmica, mas, nos últimos tempos, não esconde descontentamento publicamente.

Substituto
Secretário de Serviços Urbanos e vice-prefeito de São Bernardo, Marcelo Lima (PSD) definiu o substituto de Mario Orsolan. Mansueto Henrique Lunardi virou número dois da pasta. Lunardi foi gerente de projetos e obras da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos).

Reconduzido
Presidente do PT de Mauá, Getúlio Júnior, o Juninho, será reconduzido ao comando do petismo da cidade. Houve acordo entre as principais lideranças para que ele continue como dirigente petista. Ele ficará responsável por direcionar o partido para a eleição de 2020.

Candidatura
Ex-diretora do Procon de Diadema e ex-diretor da Fundação Florestan Fernandes, Denise Ventrici e Joeder Souza, respectivamente, devem participar da eleição do ano que vem. Denise como candidata à Prefeitura e Joeder em busca de vaga na Câmara. Os dois, que foram aliados do prefeito Lauro Michels (PV) desde a construção do projeto do verde, ainda em 2012, foram alijados do governo sem muitas explicações do chefe do Executivo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;