Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Mais um episódio sobre centro logístico


Fábio Martins

01/05/2019 | 07:00


O MDV (Movimento em Defesa da Vida do Grande ABC), presidido por Virgílio Alcides de Farias, protocolou na Câmara de Santo André pedido de arquivamento do projeto de revisão do plano diretor da cidade – a proposta não foi encaminhada ao Legislativo. O texto, ainda inócuo, tenta impedir avanços no projeto de implantação do centro logístico na Vila de Paranapiacaba. O documento da entidade foi endereçado na segunda-feira ao presidente da casa, Pedrinho Botaro (PSDB). “Sem embargo da motivação em fazer ajustes na política urbana da cidade, tem-se que neste momento constitui ato intempestivo, pois o prazo legal para revisar o plano é de 18 meses, a contar da posse do prefeito”, diz trecho do parecer. Na sequência, há menção da LOM (Lei Orgânica do Município), elencando os prazos limites estabelecidos na norma. “Sendo certo o zelo que esta casa comina (aplica) legalidade aos seus atos, o MDV recomenda que, em sendo enviado anunciado projeto de lei, que o mesmo seja arquivado dada a intempestividade incontroversa, demonstrado nos dispositivos legais”, finaliza.

BASTIDORES

CPI da Furp
A CPI da Furp (Fundação para o Remédio Popular) teve ontem o primeiro encontro da comissão na Assembleia Legislativa – o deputado estadual Thiago Auricchio (PR), com base na região, integra o bloco. Os parlamentares aprovaram, entre outras pautas, visitas nas duas fábricas da Furp, nas cidades de Sorocaba e Américo Brasiliense. O grupo quer investigar irregularidades na fundação, como superfaturamento no contrato para construção da fábrica de medicamentos, e investigar as razões da reprovação das contas anuais da entidade pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado).

Títulos de cidadão
O bispo da Diocese de Santo André, dom Pedro Carlos Cipollini, será homenageado com dois títulos de cidadão honorário no mês de maio. O primeiro certificado será entregue em Rio Grande da Serra, hoje, às 18h, durante sessão solene no Complexo Educacional Primeira-Dama Zulmira Jardim Teixeira. A data dá início às comemorações dos 55 anos de emancipação político-administrativa do município, que ocorre oficialmente no dia 3 de maio. Já em São Caetano a honraria será concedida no dia 23, às 19h, na sede do Legislativo.

Disputa no primeiro andar
E continua a disputa por espaço político no primeiro andar do Paço andreense. Após publicação desta coluna sobre possíveis pré-candidatos à vereança, novos nomes ganham força, entre eles, o do assessor e empresário do ramo da construção civil Silvio Cura (PSDB). Resta saber se virá também com intenção de brigar por vaga na Câmara ou migrar para outra legenda e encampar projeto próprio. Na lista de nomes estão Rodrigo Ageu, Alex Pereira, Oscar Martorelli e Marcos Medeiros.

Demora na análise
Após visita à estação de tratamento Rio Grande da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), na segunda-feira, o vereador Eduardo Leite (PT), de Santo André, reclamou que a análise completa da água ocorre a cada seis meses. A última avaliação, segundo ele, aconteceu em março. A próxima, portanto, apenas em setembro. Deste modo, a empresa não sabe informar se a água com coloração que está chegando em parte dos bairros de Santo André está apta para consumo. “Essa morosidade da Sabesp em analisar a qualidade da água é muito preocupante.”
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mais um episódio sobre centro logístico

Fábio Martins

01/05/2019 | 07:00


O MDV (Movimento em Defesa da Vida do Grande ABC), presidido por Virgílio Alcides de Farias, protocolou na Câmara de Santo André pedido de arquivamento do projeto de revisão do plano diretor da cidade – a proposta não foi encaminhada ao Legislativo. O texto, ainda inócuo, tenta impedir avanços no projeto de implantação do centro logístico na Vila de Paranapiacaba. O documento da entidade foi endereçado na segunda-feira ao presidente da casa, Pedrinho Botaro (PSDB). “Sem embargo da motivação em fazer ajustes na política urbana da cidade, tem-se que neste momento constitui ato intempestivo, pois o prazo legal para revisar o plano é de 18 meses, a contar da posse do prefeito”, diz trecho do parecer. Na sequência, há menção da LOM (Lei Orgânica do Município), elencando os prazos limites estabelecidos na norma. “Sendo certo o zelo que esta casa comina (aplica) legalidade aos seus atos, o MDV recomenda que, em sendo enviado anunciado projeto de lei, que o mesmo seja arquivado dada a intempestividade incontroversa, demonstrado nos dispositivos legais”, finaliza.

BASTIDORES

CPI da Furp
A CPI da Furp (Fundação para o Remédio Popular) teve ontem o primeiro encontro da comissão na Assembleia Legislativa – o deputado estadual Thiago Auricchio (PR), com base na região, integra o bloco. Os parlamentares aprovaram, entre outras pautas, visitas nas duas fábricas da Furp, nas cidades de Sorocaba e Américo Brasiliense. O grupo quer investigar irregularidades na fundação, como superfaturamento no contrato para construção da fábrica de medicamentos, e investigar as razões da reprovação das contas anuais da entidade pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado).

Títulos de cidadão
O bispo da Diocese de Santo André, dom Pedro Carlos Cipollini, será homenageado com dois títulos de cidadão honorário no mês de maio. O primeiro certificado será entregue em Rio Grande da Serra, hoje, às 18h, durante sessão solene no Complexo Educacional Primeira-Dama Zulmira Jardim Teixeira. A data dá início às comemorações dos 55 anos de emancipação político-administrativa do município, que ocorre oficialmente no dia 3 de maio. Já em São Caetano a honraria será concedida no dia 23, às 19h, na sede do Legislativo.

Disputa no primeiro andar
E continua a disputa por espaço político no primeiro andar do Paço andreense. Após publicação desta coluna sobre possíveis pré-candidatos à vereança, novos nomes ganham força, entre eles, o do assessor e empresário do ramo da construção civil Silvio Cura (PSDB). Resta saber se virá também com intenção de brigar por vaga na Câmara ou migrar para outra legenda e encampar projeto próprio. Na lista de nomes estão Rodrigo Ageu, Alex Pereira, Oscar Martorelli e Marcos Medeiros.

Demora na análise
Após visita à estação de tratamento Rio Grande da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), na segunda-feira, o vereador Eduardo Leite (PT), de Santo André, reclamou que a análise completa da água ocorre a cada seis meses. A última avaliação, segundo ele, aconteceu em março. A próxima, portanto, apenas em setembro. Deste modo, a empresa não sabe informar se a água com coloração que está chegando em parte dos bairros de Santo André está apta para consumo. “Essa morosidade da Sabesp em analisar a qualidade da água é muito preocupante.”
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;