Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Hardcore na veia

Este ano, ABC Pró-HC migra para São Paulo. Os ingressos, com preços entre R$ 45 e R$ 65, estão à venda


Luís Felipe Soares
Especial para o Diário

02/08/2008 | 07:00


Acontece neste domingo mais uma edição do ABC Pró-HC. Desta vez, o festival migra para São Paulo, onde ocorre a partir das 12h no Salão Social da Sociedade Esportiva Palmeiras (Palestra Itália). Os ingressos, com preços entre R$ 45 e R$ 65, estão à venda.

"Como o festival ganhou força ao longo dos últimos anos, resolvemos expandir", explica a moradora de São Bernardo e organizadora do ABC Pro-HC, Fabiana Couto. Serão cerca de 12 horas de muito hardcore (o HC do título). O público poderá conferir o show de aproximadamente 20 bandas que se apresentarão em dois palcos. Além dos shows, o festival disponibilizará lanchonetes e estandes para a compra de produtos das bandas.
Na parte da manhã, das 10h30 às 12h, DJ's comandam um som mais eletrônico. Daí em diante, está aberta mais uma sessão hardcore. Entre as atrações estão os norte-americanos do Emery. Com o repertório de I'm Only a Man (2007), seu terceiro álbum, eles se apresentam às 20h.

Uma das mais populares bandas de rock underground brasileiro, o Dance of Days apresenta seu hardcore a base de letras emotivas em outro show aguardado, às 19h.

Os mineiros do Strike também são destaque a partir das 20h45. O grupo tem ganhado notoriedade graças ao hit Paraíso Proibido, canção de seu álbum de estréia Desvio (2007). O bom trabalho do quinteto lhe rendeu o troféu revelação do Prêmio Multishow deste ano.

Quem também sobe ao palco é o grupo Love Hate Hero, que traz ao Brasil show baseado em seu último CD, White Lies (2007). Com estilo que mistura hardcore com screamo e metal, a banda promete finalizar a festa em grande estilo, às 22h.

Além de trazer grupos mais conhecidos, uma das propostas iniciais da festa é dar espaço a grupos que estão iniciando seu trabalho. Segundo Fabiana, "o essencial do festival é mesclar novas bandas com grupos que já tem sucesso". Ela lembra que, antes de serem conhecidos pelo grande público, passaram pelos palcos do ABC Pró-HC bandas como o NX Zero e Fresno.

NOVA FASE - O festival começou a mudar em sua nona edição, realizada em dezembro do ano passado. Na ocasião, a produção trouxe a banda norte-americana The Used como principal atração. A vinda de estrangeiros fez com que o festival atingisse um novo patamar. A sua mudança para a Capital parece ser apenas mais um passo. "Nós vamos para São Paulo para crescer. Quando consolidarmos, queremos torná-lo um evento nacional", diz a organizadora.

A expectativa é de que o público atinja um número entre 3.000 a 4.000 pessoas. Um detalhe aos fãs do hardcore: menores de 14 anos só poderão entrar acompanhados dos pais ou responsáveis. (supervisão de Gislaine Gutierre)

11º ABC Pró-HC - Amanhã, a partir das 12h, no Salão Nobre da Sociedade Esportiva Palmeiras (Palestra Itália) - r. Turiassu, 1840. Tel.: 4109-0195. Ingr.: R$ 45 a R$ 65.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Hardcore na veia

Este ano, ABC Pró-HC migra para São Paulo. Os ingressos, com preços entre R$ 45 e R$ 65, estão à venda

Luís Felipe Soares
Especial para o Diário

02/08/2008 | 07:00


Acontece neste domingo mais uma edição do ABC Pró-HC. Desta vez, o festival migra para São Paulo, onde ocorre a partir das 12h no Salão Social da Sociedade Esportiva Palmeiras (Palestra Itália). Os ingressos, com preços entre R$ 45 e R$ 65, estão à venda.

"Como o festival ganhou força ao longo dos últimos anos, resolvemos expandir", explica a moradora de São Bernardo e organizadora do ABC Pro-HC, Fabiana Couto. Serão cerca de 12 horas de muito hardcore (o HC do título). O público poderá conferir o show de aproximadamente 20 bandas que se apresentarão em dois palcos. Além dos shows, o festival disponibilizará lanchonetes e estandes para a compra de produtos das bandas.
Na parte da manhã, das 10h30 às 12h, DJ's comandam um som mais eletrônico. Daí em diante, está aberta mais uma sessão hardcore. Entre as atrações estão os norte-americanos do Emery. Com o repertório de I'm Only a Man (2007), seu terceiro álbum, eles se apresentam às 20h.

Uma das mais populares bandas de rock underground brasileiro, o Dance of Days apresenta seu hardcore a base de letras emotivas em outro show aguardado, às 19h.

Os mineiros do Strike também são destaque a partir das 20h45. O grupo tem ganhado notoriedade graças ao hit Paraíso Proibido, canção de seu álbum de estréia Desvio (2007). O bom trabalho do quinteto lhe rendeu o troféu revelação do Prêmio Multishow deste ano.

Quem também sobe ao palco é o grupo Love Hate Hero, que traz ao Brasil show baseado em seu último CD, White Lies (2007). Com estilo que mistura hardcore com screamo e metal, a banda promete finalizar a festa em grande estilo, às 22h.

Além de trazer grupos mais conhecidos, uma das propostas iniciais da festa é dar espaço a grupos que estão iniciando seu trabalho. Segundo Fabiana, "o essencial do festival é mesclar novas bandas com grupos que já tem sucesso". Ela lembra que, antes de serem conhecidos pelo grande público, passaram pelos palcos do ABC Pró-HC bandas como o NX Zero e Fresno.

NOVA FASE - O festival começou a mudar em sua nona edição, realizada em dezembro do ano passado. Na ocasião, a produção trouxe a banda norte-americana The Used como principal atração. A vinda de estrangeiros fez com que o festival atingisse um novo patamar. A sua mudança para a Capital parece ser apenas mais um passo. "Nós vamos para São Paulo para crescer. Quando consolidarmos, queremos torná-lo um evento nacional", diz a organizadora.

A expectativa é de que o público atinja um número entre 3.000 a 4.000 pessoas. Um detalhe aos fãs do hardcore: menores de 14 anos só poderão entrar acompanhados dos pais ou responsáveis. (supervisão de Gislaine Gutierre)

11º ABC Pró-HC - Amanhã, a partir das 12h, no Salão Nobre da Sociedade Esportiva Palmeiras (Palestra Itália) - r. Turiassu, 1840. Tel.: 4109-0195. Ingr.: R$ 45 a R$ 65.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;