Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Michels: Povo pede mudança e quer 2º turno

Em crescimento, candidato do PV exalta empate técnico na avaliação espontânea


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

07/10/2012 | 07:00


O prefeiturável do PV de Diadema, Lauro Michels, garantiu que a disputa eleitoral na cidade não termina hoje. "O povo pede mudança de gestão e quer segundo turno. E, na segunda etapa, o povo vai vencer a máquina", disse o verde, em alusão à candidatura do prefeito Mário Reali (PT), que tenta a reeleição.

Michels apareceu na segunda posição na avaliação estimulada na quarta rodada de pesquisas realizada pelo Diário, com 30,8% das citações dos entrevistados. Reali lidera com 40,3%. Na votação válida o petista tem 50,3% - a Justiça Eleitoral considera vencedor o candidato que obtiver 50% dos sufrágios válidos mais um voto.

O verde, no entanto, preferiu enaltecer os números do levantamento espontâneo, quando o eleitor inclina o voto ao prefeiturável que lhe vem à cabeça. "Na espontânea estou empatado com o Mário. Mostra o reflexo das ruas", afirmou. Neste critério, Michels alcançou 24,3% de citações contra 29,3% de Reali. A igualdade técnica fica configurada pela margem de erro é de três pontos percentuais.

O candidato verde creditou sua subida e a queda de Reali nas pesquisas à estratégia política do adversário. "O Mário passou muito tempo mentindo para a população. Fez uma campanha recheada de ataques e muito preconceituosa. A população não aceita esse tipo de postura."

Outro dado ressaltado pelo prefeiturável do PV foi a simulação de eventual segundo turno. Nesse levantamento, Reali aparece com ligeira vantagem sobre Michels: 44,7% a 40% - também empate técnico.

"Pelo que se mostra na pesquisa de segundo turno, será mais fácil tirar o PT da Prefeitura. O povo fez sua escolha, que é pela mudança e não pelo PT", sentenciou o candidato.

 

ATIVIDADE

Ontem, Michels andou por bairros da cidade em cima de caminhão de som durante a tarde. À noite, encerrou a campanha em reunião com apoiadores.

Durante a atividade vespertina, aliados do verde falavam até em vitória do PV no primeiro turno. Muitos apostavam na rejeição a Reali e ao PT como trunfo para consolidação da virada eleitoral já hoje.

A opinião foi compactuada pelo candidato. "Não vai me surpreender (vencer no primeiro turno). O que tenho visto na cidade é uma população cansada do que está aí. Por isso essa chance é grande", argumentou Michels.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;