Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cadeia de S.José tem a maior fuga da história do país


Do Diário do Grande ABC

07/06/1999 | 08:51


Cerca de 345 presos fugiram da Cadeia Pública do Putim, em Sao José dos Campos, por volta das 18h15 deste domingo. Os detentos deixaram o presídio pelo portao principal. Essa é a maior fuga em massa já registrada na história penitenciária do país. O mesmo estabelecimento penal já detinha esse recorde em outras duas ocasioes, pois nos últimos anos fugiram nas mesmas condiçoes 156 e 197 presos.

Há fortes indícios que a escapada de praticamente toda a populaçao carcerária do presídio teve ajuda de policiais. Na manha desta segunda-feira, um carcerário foi autuado acusado de facilitar a escapada.

Várias denúncias de corrupçao envolvendo funcionários do presídio, justiça, presos e advogados da cidade foram remetidas no mês passado à CPI do Judiciário. As acusaçoes, baseadas em provas documentais e testemunhos, ligam o ex-diretor da cadeia, Antonio Carlos Pereira Filho, e o juiz corregedor dos presídios da cidade, Joaquim Guilherme Nascimento, a um esquema de venda de privilégios dentro da cadeia.

Segundo informaçoes preliminares, o presídio tinha no momento da fuga 456 presos. As polícias militar e civil estao cercando a regiao. Alguns dos fugitivos estavam armados e trocaram tiros com os policiais que se embrenhavam na mata na tentativa de capturar os foragidos. Até o momento, 39 detentos foram recapturados e dois mortos.

Como o prédio fica nas proximidades das rodovias dos Tamoios e Carvalho Pinto, a segurança das estradas foi reforçada pela polícia rodoviária estadual, que pede para os motoristas evitarem, se possível, passar pelo local. Um helicóptero Aguia da polícia civil está acompanhando as buscas.

O anúncio de uma grande fuga em massa vinha sendo comunicado por meio de telefonemas anônimos destinados a alguns órgaos de imprensa há mais de 15 dias. A evasao, segundo o denunciante, passou a ser articulada depois que o esquema de privilégios passou a ser denunciado pela imprensa e ganhou atençao da Secretária Estadual de Segurança Pública.

Nos últimos dias, dois outros presos fugiram sem que a polícia conseguisse explicar claramente os motivos. Dentro do presídio foram encontrados duas espingardas calibre 12 e uma pistola 45. Essas armas serviram para render os carcereiros e exigir a abertura das celas e dos portoes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;