Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Gol credencia Molina a assumir de vez a camisa 10 do Santos



20/10/2008 | 07:17


A camisa 10 do Santos está vaga. E já faz tempo. Na verdade, desde que Zé Roberto trocou a Vila Belmiro por Munique, em 2007, ninguém assumiu a responsabilidade de comandar o meio-de-campo da equipe. Com o gol da vitória sobre o Botafogo, no Engenhão, o colombiano Molina ganhou pontos na disputa pela posição.

"Foi um momento importante não apenas para mim, mas para o time também", disse o meia após os três pontos obtidos no Rio. Foi apenas o segundo triunfo fora de casa do Santos em todo o Brasileiro.

Desde o segundo semestre do ano passado, não faltaram candidatos: Rodrigo Tabata, Pedrinho, Wesley, Vítor Júnior, Kléber, Petkovic, Luiz Henrique, Robinho, Michael e Paulo Henrique foram alguns dos escalados na função. Ninguém foi o titular dos sonhos da torcida.

Molina alternou bons e maus momentos. Fez quatro gols, por exemplo, em partida contra o San José, da Bolívia, pela Libertadores. Mas teve outras atuações abaixo da crítica e ficou no banco. Ao marcar de falta diante do Botafogo, ele não perdeu tempo em extravasar na comemoração. "Foi uma comemoração para desabafar, sem dúvida. Eu não estava passando por bons momentos, mas acho que agora as coisas estão melhorando", disse.

Molina foi levado para o Santos de graça pelo empresário Delcir Sonda. "Estou feliz pela minha atuação contra o Botafogo e espero continuar recebendo chances", comemora Molina, que sonha em retornar à seleção da Colômbia.

No que depender de Márcio Fernandes, as chances vão continuar aparecendo "Tento dar confiança para o jogador para que ele possa retribuir. É fácil criticar um atleta quando ele não está bem. Temos de dar apoio para a recuperação", disse o técnico.

Matador de volta - Para enfrentar o Figueirense, na próxima rodada, Márcio Fernandes poderá contar com o retorno do artilheiro Kléber Pereira, que cumpriu suspensão. O desfalque certo é Wendel, que levou o terceiro amarelo. Fabiano Eller e Domingos, suspensos, também ficarão de fora.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;