Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Será que dá namoro?

A eleição em Ribeirão Pires começa a dar mais dor de cabeça ao prefeito Clóvis Volpi (PV) do que ele


Do Diário do Grande ABC

20/10/2011 | 00:00


A eleição em Ribeirão Pires começa a dar mais dor de cabeça ao prefeito Clóvis Volpi (PV) do que ele imaginava. O político, que imaginava há pouco tempo que poderia nadar em céu de brigadeiro na eleição, com seu indicado - ainda não escolhido - vem acompanhando, de forma preocupada, o crescimento dos candidatos da oposição em pesquisas informais feitas por vários partidos. Mas nada preocupa mais Volpi do que uma possível união entre os nomes mais fortes dos adversários na cidade. E é justamente isso que está em discussão neste momento. O PMDB da cidade, que tem como pré-candidato o vereador Saulo Benevides, rival do prefeito e muito bem colocado nos levantamentos, pediu ao presidente estadual da sigla, Baleia Rossi, que leve ao PT o pedido para que o partido, que tem como nome a ex-prefeita Maria Inês Soares, com números semelhantes aos de Saulo, aceite formar chapa, indicando o candidato a vice do vereador. A aliança seria forma de compensação em que o PMDB abriu mão em outras cidades para apoiar petistas. Já há alas petistas que veem com bons olhos a ideia. Volpi não quer nem ouvir falar dessa união, considerada por muitos como imbatível. O tempo dirá se os egos serão deixados de lado.

Espera um pouquinho...

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SP, Alencar Burti, tomou ontem chá de cadeira na Prefeitura de Santo André. Mesmo tendo marcado audiência com o prefeito Aidan Ravin (PTB), Burti aguardou um bom tempo para depois ser informado de que não seria recebido pelo chefe do Executivo. O dirigente pretendia falar com o petebista, entre outros assuntos, sobre a Lei do Empreendedor Individual. A administração, então, solicitou que Burti procurasse o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, José Antônio Acemel, o Espanhol (PSDB). Irritado, não foi ao encontro com o tucano, determinando que um assessor falasse com ele. Enquanto isso, aguardou o fim da reunião na sede da Associação Comercial e Industrial de Santo André. Burti não escondeu a insatisfação de ter saído de São Paulo para dar com a cara na porta. E sem pedido de desculpas.

Café indigesto

Revelado o motivo de o presidente da Câmara de Mauá, Rogério Santana (PT), ter saído da Casa de Leis recentemente com várias garrafas de café do Legislativo. Elas foram usadas em encontro político do vereador com a sua mulher, a secretária de Cultura, Esportes e Lazer, Eliana Henrique da Silva, em quadra no Itapark. O parlamentar reuniu mulheres que fazem ginástica nos serviços públicos municipais. Precisa levar café pago com dinheiro do povo?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;