Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Reformas administrativas ainda seguem no discurso

Montagem/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Só Rio Grande aprovou projeto e criou Pasta; textos devem ir para Câmaras em março


Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

26/02/2017 | 07:00


Prometidas durante a campanha eleitoral de 2016 e consideradas principais soluções para a crise financeira, as reformas administrativas das prefeituras do Grande ABC ainda estão no discurso.

Prestes a completar dois meses de mandato dos novos prefeitos, apenas Rio Grande da Serra enviou para o Legislativo projeto de alterações na estrutura do Executivo, que tem como principal ponto a criação de Secretaria de Segurança Pública, que vai incluir a futura GCM (Guarda Civil Municipal). O projeto do prefeito Gabriel Maranhão (PSDB), aprovado pela Casa, incluiu ainda a criação da Defesa Civil e do departamento de trânsito.

Em Santo André, as mudanças no governo devem ser mais profundas, com a redução de secretarias, de 19 para 14, implantação de três unidades de gerenciamento, com economia projetada de R$ 12 milhões a R$ 15 milhões ao ano com corte de cargos comissionados, além de gratificações. De acordo com a gestão Paulo Serra (PSDB), a proposta está na fase final de elaboração. “Por se tratar de um projeto complexo, os responsáveis estão revisando os diversos detalhes da proposta antes de apresentar aos vereadores”, afirmou o Paço andreense.

Por sua vez, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), projeta corte de 30% dos cargos comissionados e a extinção de cinco secretarias (Relações Internacionais, Coordenação Governamental, Planejamento e Orçamento Participativo, Cultura e Coordenadoria de Ações para Juventude). A gestão já promoveu 40% de contingenciamento no Orçamento. O projeto também se encontra em fase de conclusão e pode chegar na Câmara no mês de março.

No município de Ribeirão Pires, a proposta de reforma administrativa do prefeito Adler Kiko Teixeira (PSB) deve transferir o departamento de Turismo, atualmente na Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo, para a Pasta de Desenvolvimento Econômico. Outras mudanças no Executivo ainda estão em estudo.<EM>

GOVERNABILIDADE
Em Diadema e São Caetano, as propostas de alterações na estrutura secretarial estariam prontas. No entanto, as dificuldades em obter maioria de votos nas Câmaras são citadas como possíveis causas para o atraso do envio dos projetos.

A ideia do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), é alterar a estrutura de alguns setores administrativos do Paço, como secretarias e departamentos subordinados às Pastas.

Já o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), quer extinguir a Secretaria de Comunicação, que será alocada na Pasta de Governo, além de criar a controladoria-geral do município. O tucano pretende cortar ainda 30% do total de cargos comissionados.

A meta é atingir a marca de 120 apadrinhados políticos, que hoje somam aproximadamente 400 cargos no Executivo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;