Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Palestina e Abbas condenam ataque contra líder do Hamas


Da AFP

06/09/2003 | 15:34


A Autoridade Palestina e o ex-primeiro-ministro palestino Mahmud Abbas condenaram neste sábado o ataque aéreo realizado pela aviação israelense contra o líder religioso do movimento radical palestino Hamas, Ahmed Yassin.

Em um comunicado reproduzido pela agência oficial Wafa, a Autoridade Palestina "denuncia e condena este crime vergonhoso contra o xeque Ahmed Yassin e seus companheiros e vê uma perigosa escalada capaz de torpedear todos os esforços de apaziguamento".

A Autoridade Palestina pede aos atores internacionais do processo de paz que "intervenham imediatamente para que cessem os assassinatos israelenses" contra o povo palestino e seus dirigentes, o que, se prosseguir, "pode destruir o processo de paz".

"O ataque israelense contra os dirigente do Hamas demonstra que Israel não quer optar pelo caminho da paz. Este ato criminoso não fará mais do que nos levar ao ciclo da violência e complicar a atual crise", afirmou, por sua vez, Abbas em um comunicado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palestina e Abbas condenam ataque contra líder do Hamas

Da AFP

06/09/2003 | 15:34


A Autoridade Palestina e o ex-primeiro-ministro palestino Mahmud Abbas condenaram neste sábado o ataque aéreo realizado pela aviação israelense contra o líder religioso do movimento radical palestino Hamas, Ahmed Yassin.

Em um comunicado reproduzido pela agência oficial Wafa, a Autoridade Palestina "denuncia e condena este crime vergonhoso contra o xeque Ahmed Yassin e seus companheiros e vê uma perigosa escalada capaz de torpedear todos os esforços de apaziguamento".

A Autoridade Palestina pede aos atores internacionais do processo de paz que "intervenham imediatamente para que cessem os assassinatos israelenses" contra o povo palestino e seus dirigentes, o que, se prosseguir, "pode destruir o processo de paz".

"O ataque israelense contra os dirigente do Hamas demonstra que Israel não quer optar pelo caminho da paz. Este ato criminoso não fará mais do que nos levar ao ciclo da violência e complicar a atual crise", afirmou, por sua vez, Abbas em um comunicado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;