Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 23 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Dinheiro da venda de Tabata some



03/02/2010 | 07:00


Rodrigo Tabata foi um dos piores negócios da história do Santos. Dois anos depois de negociá-lo, a diretoria do clube brasileiro tenta descobrir onde está o dinheiro depositado pelo Gaziantepspor, da Turquia.

Na semana passada, o presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro assinou fax enviado a Ibrahim Kizil, presidente do clube turco. Pede que seja informado em nome de quem foram depositados 1,5 milhão de euros (R$ 3,9 milhões em valores atuais). Na conta corrente 50550-0, do Banco Itaú, que tem o Santos como titular, a grana não entrou.

Ninguém na diretoria do Santos quer falar por enquanto sobre o assunto. Luís Álvaro prefere esperar a resposta do fax.

Tabata chegou à Vila em janeiro de 2006. O Santos pagou R$ 2,5 milhões por 50% dos direitos do jogador. A outra metade ficou com o Goiás. Durante dois anos e meio, ele recebeu R$ 150 mil mensais. Isso significa que, no total, custou R$ 7 milhões para o clube.

Em agosto de 2008, para se livrar do salário, o ex-presidente Marcelo Teixeira o mandou para o Gaziantepspor. Tabata ficaria na Turquia até julho de 2011, um mês antes do final de seu contrato com o Santos.

A reportagem teve acesso ao acordo de empréstimo. Pela liberação, o Santos recebeu US$ 500 mil (R$ 938 mil, em valores atuais). Se o Gaziantepspor quisesse comprá-lo antes do final do acordo, teria de pagar 1,5 milhão. Em agosto de 2009, Kizil enviou fax pedindo o número da conta e nome do beneficiário para que o valor fosse depositado.

Mas até agora ninguém na Vila Belmiro encontrou qualquer documento da venda definitiva de Tabata. Apenas o empréstimo. No registro do jogador na CBF (Confederação Brasileira de Futebol) consta que ele está emprestado e o contrato com o Santos foi encerrado no fim de 2009.

"Nós não recebemos nada. A parte do Goiás nem nos pertencia mais Era de um empresário", afirma o presidente do clube goiano, Syd de Oliveira. Ele disse não se lembrar direito do nome do empresário. "É Dirceu. Ele é da Lupi."

Trata-se da Lupi Participações, empresa que firmou parceria com o Goiás em 2006 e ficou com porcentagem de atletas. Dirceu não foi encontrado para dizer se recebeu o dinheiro.

Mario Mello, ex-gerente jurídico do Santos e responsável pelas transferências até o fim de 2009, disse não poder comentar.

Quem lucrou foi o Gaziantepspor. Semanas após ter comprado Tabata por 1,5 milhão de euros, o revendeu ao Besiktas por 8 milhões de euros (R$ 20,9 milhões).

Edu Dracena é novidade para partida contra o Ramalhão

Edu Dracena, a principal contratação santista da diretoria passada para reforçar a defesa na temporada 2010, será o zagueiro pela direita, em substituição Bruno Rodrigo (suspenso pelo terceiro cartão amarelo), contra o Santo André, amanhã (21h), no Bruno Daniel.

Outra novidade poderá ser a estreia como titular de Arouca, no lugar de Wesley, que será o lateral-direito, com a passagem de Pará para a esquerda, em razão da contusão de Léo no joelho direito.

"O pessoal do departamento médico do Santos constatou que não houve torção, ou seja, nenhum ligamento foi afetado. Mas a pancada foi muito forte, tanto que no domingo o joelho inchou um pouco e o local do choque ainda está bem vermelho", contou o ala-esquerda.

No coletivo de ontem cedo, Dorival Júnior armou o time com o time com Felipe; Wesley, Edu Dracena, Durval e Pará; Rodrigo Mancha, Arouca, Marquinhos e Paulo Henrique Ganso; Neymar e André.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;