Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bush: mundo não permitirá que o Irã tenha armas nucleares


Da AFP

04/02/2006 | 21:17


A decisão de enviar o caso iraniano ao Conselho de Segurança da ONU é uma mensagem clara de que o mundo não permitirá que Teerã tenha armas nucleares, disse o presidente George W. Bush neste sábado.

"Este importante passo envia uma clara mensagem ao regime iraniano de que o mundo não permitirá que ele tenha armas nucleares", disse o presidente americano num comunicado.

A maioria dos membros da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) votou neste sábado, em Viena, a favor do envio do caso do Irã ao Conselho de Segurança da ONU por suspeitar de suas atividades nucleares, abrindo caminho para o estabelecimento de possíveis sanções.

Ao contrário da AIEA, os 15 membros do Conselho de Segurança podem determinar sanções a países que representem uma ameaça para a paz e a segurança internacionais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bush: mundo não permitirá que o Irã tenha armas nucleares

Da AFP

04/02/2006 | 21:17


A decisão de enviar o caso iraniano ao Conselho de Segurança da ONU é uma mensagem clara de que o mundo não permitirá que Teerã tenha armas nucleares, disse o presidente George W. Bush neste sábado.

"Este importante passo envia uma clara mensagem ao regime iraniano de que o mundo não permitirá que ele tenha armas nucleares", disse o presidente americano num comunicado.

A maioria dos membros da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) votou neste sábado, em Viena, a favor do envio do caso do Irã ao Conselho de Segurança da ONU por suspeitar de suas atividades nucleares, abrindo caminho para o estabelecimento de possíveis sanções.

Ao contrário da AIEA, os 15 membros do Conselho de Segurança podem determinar sanções a países que representem uma ameaça para a paz e a segurança internacionais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;