Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Diadema vota projeto para fixar valor de precatórios


Fabrício Calado Moreira
Do Diário do Grande ABC

12/04/2006 | 08:00


A Câmara de Diadema vota nesta quarta-feira projeto de lei do Executivo que fixa em R$ 20 mil o valor dos chamados precatórios de pequeno valor do município. O objetivo, segundo o líder de governo na Casa, Pastor Jair (PT), é permitir à Prefeitura quitar débitos deste montante ou menor sem quebrar a ordem cronológica dos pagamentos, para evitar seqüestro de receita. Porém, a proposta é criticada pelo coordenador da Comissão dos Precatórios Alimentares do município, João Carlos dos Santos, que vê manobra do governo para prejudicar o projeto do vereador Laércio Soares (PC do B) que aumenta o valor.

Na semana passada, o comunista protocolou na Câmara proposta de aumentar de R$ 20 mil para R$ 50 mil a definição dos precatórios de pequeno valor. A medida, diz Santos, beneficiaria cerca de 100 dos pouco mais de 200 credores da administração.

Contudo, o próprio autor da iniciativa mostra-se descrente sobre a matéria. “Apresentei muito mais para dizer que não somos omissos”, explica Laércio. Já o coordenador dos precatorianos de Diadema afirma que, em conversas com os vereadores da Casa, sente clima favorável à aprovação da proposta do parlamentar comunista.

“Esse projeto é uma manobra do governo para continuar sem pagar nada”, reclama Santos. Ele afirma que, pelo controle da comissão, todos os precatórios alimentares até R$ 20 mil já foram pagos.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;