Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

De malas prontas


Luiz Almeida
Da TV Press

31/07/2006 | 08:03


Christiane Torloni se prepara para mais uma parceria com a autora Glória Perez. Depois de América, na qual interpretou a cleptomaníaca Haydée, a atriz está escalada para ser uma das protagonistas da primeira fase da minissérie Amazônia – de Galvez a Chico Mendes, que tem estréia prevista para o dia 3 de janeiro de 2007, na Globo. Na trama, Christiane dará vida à prima-dona espanhola Maria Alonso, que se envolve com o também espanhol Luiz Galvez Rodrigues de Arias, personagem de José Wilker, responsável por proclamar a independência do estado do Acre em 1900. "Acho muito interessante a idéia da Glória de abordar uma história que poucos conhecem e que é rica em detalhes", afirma.

Na minissérie Amazônia – de Galvez a Chico Mendes, Maria Alonso é a atriz principal de uma companhia de teatro que vem fazer uma turnê pelo Brasil. Ao se apresentar no Acre, a personagem se apaixonará perdidamente por Galvez. A partir daí, Maria Alonso abandona os palcos e se torna um dos vértices do triângulo amoroso composto pelos personagens Galvez e Lola, de José Wilker e Vera Fischer. "Como toda espanhola que se preze, ela é uma mulher movida a paixão e seguirá seu instinto", diz a atriz. Christiane, contudo, ainda não tem muitos detalhes de sua personagem e não sabe qual será o desenrolar de Maria Alonso na trama da minissérie. Mesmo assim, ela confessa que já começou a pesquisar por conta própria a história do Acre e está na expectativa para gravar em Rio Branco, capital do estado, e Manaus, no Amazonas. Christiane embarcará para a região na primeira quinzena de agosto. "É sempre bom estar nos locais onde a trama se passa. A gente respira o clima, o que é ótimo e contribui para a composição da personagem", afirma.

Além do convívio com o ambiente e as pessoas das cidades que servirão de cenário para Amazônia – de Galvez a Chico Mendes, Christiane garante que sabe muito bem onde buscar inspiração para dar vida à espanhola Maria Alonso. A atriz conta que sua avó, que também se chamava Maria, nasceu em Málaga, na Espanha. Não por acaso, ela confessa que mantém uma relação muito próxima com a cultura espanhola. Tanto que, no ano passado, quando viajava de carro pela península ibérica com o marido Ignácio Coqueiro, resolveu, por curiosidade, passar pela região para conhecer a terra natal de sua avó. "Trago no sangue um pouco do tempero mediterrâneo e, é claro, isso ajuda na hora de dar contornos mais convincentes a Maria Alonso".

Satisfeita com a personagem, Christiane lembra também que há pouco mais de dois meses tinha acabado de voltar de uma temporada com a peça Mulheres Por Um Fio, com a qual se apresentou em Portugal e Espanha, quando foi convidada pela própria Glória Perez para participar da minissérie. Um dos motivos que a fez aceitar o convite foi o fato de, na época, ter visitado a cidade de Cádis, na Espanha, local onde também nasceu Maria Alonso. "Para quem não acredita, foi uma coincidência incrível. Para mim foi um sinal", diz. Christiane, que esteve no elenco de Partido Alto, de Aguinaldo Silva e Glória Perez, em 1984, acrescenta que não poderia deixar de entrar em contato novamente com o universo dramático da autora, pois ela adora o modo como a discípula de Janete Clair conduz suas tramas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

De malas prontas

Luiz Almeida
Da TV Press

31/07/2006 | 08:03


Christiane Torloni se prepara para mais uma parceria com a autora Glória Perez. Depois de América, na qual interpretou a cleptomaníaca Haydée, a atriz está escalada para ser uma das protagonistas da primeira fase da minissérie Amazônia – de Galvez a Chico Mendes, que tem estréia prevista para o dia 3 de janeiro de 2007, na Globo. Na trama, Christiane dará vida à prima-dona espanhola Maria Alonso, que se envolve com o também espanhol Luiz Galvez Rodrigues de Arias, personagem de José Wilker, responsável por proclamar a independência do estado do Acre em 1900. "Acho muito interessante a idéia da Glória de abordar uma história que poucos conhecem e que é rica em detalhes", afirma.

Na minissérie Amazônia – de Galvez a Chico Mendes, Maria Alonso é a atriz principal de uma companhia de teatro que vem fazer uma turnê pelo Brasil. Ao se apresentar no Acre, a personagem se apaixonará perdidamente por Galvez. A partir daí, Maria Alonso abandona os palcos e se torna um dos vértices do triângulo amoroso composto pelos personagens Galvez e Lola, de José Wilker e Vera Fischer. "Como toda espanhola que se preze, ela é uma mulher movida a paixão e seguirá seu instinto", diz a atriz. Christiane, contudo, ainda não tem muitos detalhes de sua personagem e não sabe qual será o desenrolar de Maria Alonso na trama da minissérie. Mesmo assim, ela confessa que já começou a pesquisar por conta própria a história do Acre e está na expectativa para gravar em Rio Branco, capital do estado, e Manaus, no Amazonas. Christiane embarcará para a região na primeira quinzena de agosto. "É sempre bom estar nos locais onde a trama se passa. A gente respira o clima, o que é ótimo e contribui para a composição da personagem", afirma.

Além do convívio com o ambiente e as pessoas das cidades que servirão de cenário para Amazônia – de Galvez a Chico Mendes, Christiane garante que sabe muito bem onde buscar inspiração para dar vida à espanhola Maria Alonso. A atriz conta que sua avó, que também se chamava Maria, nasceu em Málaga, na Espanha. Não por acaso, ela confessa que mantém uma relação muito próxima com a cultura espanhola. Tanto que, no ano passado, quando viajava de carro pela península ibérica com o marido Ignácio Coqueiro, resolveu, por curiosidade, passar pela região para conhecer a terra natal de sua avó. "Trago no sangue um pouco do tempero mediterrâneo e, é claro, isso ajuda na hora de dar contornos mais convincentes a Maria Alonso".

Satisfeita com a personagem, Christiane lembra também que há pouco mais de dois meses tinha acabado de voltar de uma temporada com a peça Mulheres Por Um Fio, com a qual se apresentou em Portugal e Espanha, quando foi convidada pela própria Glória Perez para participar da minissérie. Um dos motivos que a fez aceitar o convite foi o fato de, na época, ter visitado a cidade de Cádis, na Espanha, local onde também nasceu Maria Alonso. "Para quem não acredita, foi uma coincidência incrível. Para mim foi um sinal", diz. Christiane, que esteve no elenco de Partido Alto, de Aguinaldo Silva e Glória Perez, em 1984, acrescenta que não poderia deixar de entrar em contato novamente com o universo dramático da autora, pois ela adora o modo como a discípula de Janete Clair conduz suas tramas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;