Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Congresso aprova LDO para sair de férias


Do Diário do Grande ABC

30/06/2000 | 00:58


O Congresso Nacional aprovou na quinta por votaçao simbólica o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias, que definirá padroes para a elaboraçao do Orçamento da Uniao para 2001.

Pelas regras da Constituiçao Federal, a votaçao da LDO é a condiçao para o início do recesso parlamentar, que se inicia na próxima semana. Um acordo fechado entre os líderes dos partidos permitiu a aprovaçao da matéria sem a necessidade de manifestaçao do plenário.

O substitutivo ao projeto, elaborado pelo deputado Sérgio Guerra (PSDB-PE), inclui a estimativa de reajuste real para o salário mínimo e para os servidores públicos. O texto, no entanto, nao estabelece índices. "Nao foi possível estabelecer índices, mas já determinamos o princípio básico", comemorou o deputado Alberto Goldman (PSDB-SP), líder do governo na Comissao Mista de Orçamento.

O projeto do Executivo, que acompanha o Plano Plurianual 2000/2003, previa uma margem nula, sinal de que o governo nao trabalhava com a possibilidade de reajustes reais durante os próximos três anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Congresso aprova LDO para sair de férias

Do Diário do Grande ABC

30/06/2000 | 00:58


O Congresso Nacional aprovou na quinta por votaçao simbólica o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias, que definirá padroes para a elaboraçao do Orçamento da Uniao para 2001.

Pelas regras da Constituiçao Federal, a votaçao da LDO é a condiçao para o início do recesso parlamentar, que se inicia na próxima semana. Um acordo fechado entre os líderes dos partidos permitiu a aprovaçao da matéria sem a necessidade de manifestaçao do plenário.

O substitutivo ao projeto, elaborado pelo deputado Sérgio Guerra (PSDB-PE), inclui a estimativa de reajuste real para o salário mínimo e para os servidores públicos. O texto, no entanto, nao estabelece índices. "Nao foi possível estabelecer índices, mas já determinamos o princípio básico", comemorou o deputado Alberto Goldman (PSDB-SP), líder do governo na Comissao Mista de Orçamento.

O projeto do Executivo, que acompanha o Plano Plurianual 2000/2003, previa uma margem nula, sinal de que o governo nao trabalhava com a possibilidade de reajustes reais durante os próximos três anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;