Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Bernardo promete ir ao ataque contra o Metropolitano

Denis Maciel  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Equipes se enfrentam em Blumenau na ida
pela segunda fase da Série D do Brasileiro


Dérek Bittencourt

08/07/2017 | 07:00


Com uma semana de atraso após adiamento por questões extracampo, começa hoje a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D para o São Bernardo. Às 17h, em Blumenau, o Tigre visita o Metropolitano, no duelo de ida do mata-mata. É o primeiro dos seis degraus (em três etapas) que a equipe tem pela frente para chegar ao tão sonhado acesso à Série C.

O Aurinegro alcançou a classificação como líder do Grupo A-16, com 13 pontos alcançados após quatro vitórias, um empate e uma derrota. Tal campanha colocou os são-bernardenses em condição de destaque, evidenciando as características do time de Wilson Júnior.

“Nossa equipe é ofensiva por natureza, a montamos desse jeito, mas nossa organização ofensiva começa por causa da defensiva”, definiu o treinador. “Em jogo de mata-mata tem de entrar muito concentrado, ligado, para não ser surpreendido. Vamos agredir, como temos feito fora de casa. Empate não é mau resultado, mas vamos a Blumenau para tentar a vitória”, prometeu o comandante.

Questionado sobre o adversário da vez, que fechou a fase inicial com dez pontos após três vitórias, um empate e duas derrotas, na vice-liderança da Chave A-17, o treinador exaltou o bom returno (dois triunfos e uma igualdade) e previu dificuldades. “O Metropolitano é equipe que cresceu muito no fim da competição, acabou bem a fase de classificação, time tradicional na Série D, tem ataque rápido e como todos deste campeonato, vai ser muito difícil.”

A respeito do próprio time, Wilson Júnior tem dúvidas. Na zaga, Tiago Gasparetto disputa posição com Júnior – Dogão não reúne as condições ideais de jogo. No meio de campo, Francismar sofreu lesão muscular, ainda não se recuperou e pode ser substituído por Ricardinho, este, sim, com os problemas musculares sanados.


Gasparetto vive expectativa por reestreia com a camisa do Tigre


Campeão da Série A-2 de 2012 pelo São Bernardo, Tiago Gasparetto retornou há duas semanas na expectativa de alcançar mais conquistas pelo clube. Hoje, em Blumenau, ele tem chances de ser titular ao lado de João Francisco na zaga aurinegra, dependendo do que o técnico Wilson Júnior definir.

“Minha volta depende do treinador, se optar por mim estarei à disposição, mas qualquer jogador do elenco tem condição de jogar em alto nível para fazer o melhor contra o Metropolitano”, disse o defensor, que crê em sucesso do Tigre em Santa Catarina.

“Temos de chegar lá, impor o ritmo e não tomar gol, para depois, em casa, alcançar a classificação.”

Gasparetto ainda lamentou o fato de a torcida do Tigre não poder ir ao Estádio do Sesi, por ter apenas uma entrada para o público. “Temos de usar isso como ponto positivo, ganhar lá, trazer para cá e mostrar ao nosso torcedor que demos nosso melhor para concretizar a classificação”, concluiu.[08.ASSINA_PE]<TL> 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo promete ir ao ataque contra o Metropolitano

Equipes se enfrentam em Blumenau na ida
pela segunda fase da Série D do Brasileiro

Dérek Bittencourt

08/07/2017 | 07:00


Com uma semana de atraso após adiamento por questões extracampo, começa hoje a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D para o São Bernardo. Às 17h, em Blumenau, o Tigre visita o Metropolitano, no duelo de ida do mata-mata. É o primeiro dos seis degraus (em três etapas) que a equipe tem pela frente para chegar ao tão sonhado acesso à Série C.

O Aurinegro alcançou a classificação como líder do Grupo A-16, com 13 pontos alcançados após quatro vitórias, um empate e uma derrota. Tal campanha colocou os são-bernardenses em condição de destaque, evidenciando as características do time de Wilson Júnior.

“Nossa equipe é ofensiva por natureza, a montamos desse jeito, mas nossa organização ofensiva começa por causa da defensiva”, definiu o treinador. “Em jogo de mata-mata tem de entrar muito concentrado, ligado, para não ser surpreendido. Vamos agredir, como temos feito fora de casa. Empate não é mau resultado, mas vamos a Blumenau para tentar a vitória”, prometeu o comandante.

Questionado sobre o adversário da vez, que fechou a fase inicial com dez pontos após três vitórias, um empate e duas derrotas, na vice-liderança da Chave A-17, o treinador exaltou o bom returno (dois triunfos e uma igualdade) e previu dificuldades. “O Metropolitano é equipe que cresceu muito no fim da competição, acabou bem a fase de classificação, time tradicional na Série D, tem ataque rápido e como todos deste campeonato, vai ser muito difícil.”

A respeito do próprio time, Wilson Júnior tem dúvidas. Na zaga, Tiago Gasparetto disputa posição com Júnior – Dogão não reúne as condições ideais de jogo. No meio de campo, Francismar sofreu lesão muscular, ainda não se recuperou e pode ser substituído por Ricardinho, este, sim, com os problemas musculares sanados.


Gasparetto vive expectativa por reestreia com a camisa do Tigre


Campeão da Série A-2 de 2012 pelo São Bernardo, Tiago Gasparetto retornou há duas semanas na expectativa de alcançar mais conquistas pelo clube. Hoje, em Blumenau, ele tem chances de ser titular ao lado de João Francisco na zaga aurinegra, dependendo do que o técnico Wilson Júnior definir.

“Minha volta depende do treinador, se optar por mim estarei à disposição, mas qualquer jogador do elenco tem condição de jogar em alto nível para fazer o melhor contra o Metropolitano”, disse o defensor, que crê em sucesso do Tigre em Santa Catarina.

“Temos de chegar lá, impor o ritmo e não tomar gol, para depois, em casa, alcançar a classificação.”

Gasparetto ainda lamentou o fato de a torcida do Tigre não poder ir ao Estádio do Sesi, por ter apenas uma entrada para o público. “Temos de usar isso como ponto positivo, ganhar lá, trazer para cá e mostrar ao nosso torcedor que demos nosso melhor para concretizar a classificação”, concluiu.[08.ASSINA_PE]<TL> 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;