Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras perde no Uruguai e se complica na Libertadores

AP  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Na estreia de Cuca, Verdão cai por 1 a 0 ante o Nacional e está em situação delicada na competição


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

18/03/2016 | 07:00


Na estreia do técnico Cuca, o Palmeiras perdeu e se complicou na Libertadores. O revés por 1 a 0 diante do Nacional, no Uruguai, deixou o Verdão em situação complicada na competição continental e praticamente obriga o Alviverde a vencer o Rosario Central, dia 6, na Argentina, para continuar vivo, já que estacionou nos quatro pontos e caiu para a terceira posição do Grupo 2. Os uruguaios foram a oito e lideram a chave.

O palco da primeira partida de Copa do Mundo, em 1930, não viu grande confronto. Na etapa inicial, tirando a única chance do Nacional, com López, aos três, quando Fernando Prass fez boa intervenção, não houve oportunidades claras de gol ou futebol jogado com técnica. Muito pelo contrário. Nervosos, jogadores dos times criaram confusões em duas ocasiões e chegavam forte em todas as disputas.

Com dificuldades, o Palmeiras sucumbia à marcação sob pressão do Nacional. Sem saída de bola, o Verdão não chegava ao ataque e sequer chutou uma bola ao gol de Conde, mostrando pouca evolução em relação ao time de Marcelo Oliveira.

Cuca lançou Robinho e Gabriel Jesus na segunda etapa, e o camisa 12 quase marcou aos três, mas finalizou nas mãos de Conde. Mas foi só um lampejo, e o castigo veio logo depois. Aos cinco, Ramírez cruzou na medida para López, que jogou no contrapé de Prass – 1 a 0.

Depois, o Palmeiras melhorou e por pouco não igualou aos 45, quando Alecsandro acertou o segundo chute certo do Verdão no jogo e obrigou Conde a fazer boa defesa. Pouco para um time que precisava vencer.

Zé Roberto diz que existe esperança de classificação

Após a partida, o veterano Zé Roberto, que jogou como meia ontem, reconheceu que a situação do Palmeiras no Grupo 2 ficou complicada, mas afirmou que ainda existe esperança na classificação às oitavas de final da Libertadores.

“Foi uma derrota que não estava nos planos. Viemos para ganhar e recuperar os três pontos perdidos em casa na semana passada. Ainda há esperança (de avançar), temos dois jogos para nos classificar”, afirmou o jogador.

Sobre as escolhas de Cuca para a escalação inicial – Egídio na esquerda, Edu Dracena na zaga, Gabriel e Zé Roberto na meia e Alecsandro no ataque –, o atleta explicou que o técnico havia treinado essa formação. “O Cuca procurou colocar o que tinha de melhor. Treinamos com essa formação e saíram boas coisas”, comentou Zé Roberto.

RACISMO

Ontem, na segunda etapa do confronto, um torcedor foi flagrado pelas câmeras de televisão imitando um macaco na direção do atacante Gabriel Jesus quando este estava próximo à lateral. Segundo o canal Fox Sports, outros também tiveram a mesma atitude em relação ao palmeirense.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;