Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Córrego entre Santo André e Capital será canalizado


Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

30/05/2008 | 07:04


A secretária de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo, Dilma Pena, anunciou ontem um projeto, encaminhado ao Ministério das Cidades, que prevê financiamento de R$ 60 milhões para obras de canalização do córrego Oratório, em Santo André. A declaração foi feita durante inauguração da ponte Fazenda da Juta, na divisa da cidade com a Capital. Serão canalizados sete dos dez quilômetros de extensão do córrego.

Segundo Dilma, o governo do Estado deverá firmar parceria com a Prefeitura de Santo André para a realização da obra, uma vez que 40 famílias vivem em barracos no lado andreense.

A ponte inaugurada custou R$ 1,3 milhão e tem 18 metros de comprimento por 15 metros de largura. A altura chega a 4,5 metros. A construção levou pouco mais de seis meses para ser concluída.

MORADIAS
As cerca de 40 famílias que vivem em condições precárias do lado andreense, às margens do córrego Oratório, ainda esperam uma posição de Dilma. A secretária havia prometido negociar com o prefeito João Avamileno a saída dos moradores que vivem em condições de risco à beira do córrego.

Maria Tereza Prearo, 50 anos, é uma delas. "Vim nessa inauguração exclusivamente para cobrar do prefeito João Avamileno, ou de qualquer outra pessoa da administração de Santo André, uma posição de como ficará a nossa situação. Mas ninguém compareceu", lamentou a moradora.

Em entrevista ao Diário, a secretária disse que está à disposição da prefeitura andreense para conversar sobre a remoção das famílias que se encontram em situação de risco.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Córrego entre Santo André e Capital será canalizado

Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

30/05/2008 | 07:04


A secretária de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo, Dilma Pena, anunciou ontem um projeto, encaminhado ao Ministério das Cidades, que prevê financiamento de R$ 60 milhões para obras de canalização do córrego Oratório, em Santo André. A declaração foi feita durante inauguração da ponte Fazenda da Juta, na divisa da cidade com a Capital. Serão canalizados sete dos dez quilômetros de extensão do córrego.

Segundo Dilma, o governo do Estado deverá firmar parceria com a Prefeitura de Santo André para a realização da obra, uma vez que 40 famílias vivem em barracos no lado andreense.

A ponte inaugurada custou R$ 1,3 milhão e tem 18 metros de comprimento por 15 metros de largura. A altura chega a 4,5 metros. A construção levou pouco mais de seis meses para ser concluída.

MORADIAS
As cerca de 40 famílias que vivem em condições precárias do lado andreense, às margens do córrego Oratório, ainda esperam uma posição de Dilma. A secretária havia prometido negociar com o prefeito João Avamileno a saída dos moradores que vivem em condições de risco à beira do córrego.

Maria Tereza Prearo, 50 anos, é uma delas. "Vim nessa inauguração exclusivamente para cobrar do prefeito João Avamileno, ou de qualquer outra pessoa da administração de Santo André, uma posição de como ficará a nossa situação. Mas ninguém compareceu", lamentou a moradora.

Em entrevista ao Diário, a secretária disse que está à disposição da prefeitura andreense para conversar sobre a remoção das famílias que se encontram em situação de risco.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;