Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Relógios devem ser adiantados em uma hora


Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

18/10/2008 | 07:04


À meia-noite de hoje, os relógios deverão ser adiantados em uma hora com a chegada do horário de verão, que terminará no dia 15 de fevereiro de 2009. Neste período, o ONS (Operador Nacional do Sistema) estima que sejam economizados nos horários de pico, cerca de 1.790 MW (mega watts) nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, o equivalente a uma cidade de 5 milhões de habitantes. Já na região Sul, o equivalente a 528 MW, o suficiente para abastecer uma cidade de 1,5 milhão de habitantes.

Mas a idéia de adiantar uma hora é sinônimo de sacrifício para muitas pessoas. "Moro em Santo André e trabalho a partir das seis horas da manhã em São Caetano, terei que acordar mais cedo. Por outro lado, gosto porque volto para casa e ainda está claro", disse a auxiliar de enfermagem Selma Moura Bento, 30 anos.

O estudante Diego Pereira da Silva, 21, não conseguirá dormir mais cedo para sanar a diferença. "Viajo todos os dias cerca de duas horas para vir de São Paulo para Santo André, onde trabalho. Daqui vou para a escola e só chego em casa à meia-noite. É bem cansativo."

Além do Distrito Federal, a medida abrangerá Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O neurologista Rubens Wajnsztejn, da Faculdade de Medicina do ABC, orienta que, para não sentir tanto cansaço e contratempos na rotina, como ter momentos de sonolência durante o dia, é necessário dormir mais cedo pelo menos nos três primeiros dias, para o organismo acostumar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Relógios devem ser adiantados em uma hora

Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

18/10/2008 | 07:04


À meia-noite de hoje, os relógios deverão ser adiantados em uma hora com a chegada do horário de verão, que terminará no dia 15 de fevereiro de 2009. Neste período, o ONS (Operador Nacional do Sistema) estima que sejam economizados nos horários de pico, cerca de 1.790 MW (mega watts) nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, o equivalente a uma cidade de 5 milhões de habitantes. Já na região Sul, o equivalente a 528 MW, o suficiente para abastecer uma cidade de 1,5 milhão de habitantes.

Mas a idéia de adiantar uma hora é sinônimo de sacrifício para muitas pessoas. "Moro em Santo André e trabalho a partir das seis horas da manhã em São Caetano, terei que acordar mais cedo. Por outro lado, gosto porque volto para casa e ainda está claro", disse a auxiliar de enfermagem Selma Moura Bento, 30 anos.

O estudante Diego Pereira da Silva, 21, não conseguirá dormir mais cedo para sanar a diferença. "Viajo todos os dias cerca de duas horas para vir de São Paulo para Santo André, onde trabalho. Daqui vou para a escola e só chego em casa à meia-noite. É bem cansativo."

Além do Distrito Federal, a medida abrangerá Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O neurologista Rubens Wajnsztejn, da Faculdade de Medicina do ABC, orienta que, para não sentir tanto cansaço e contratempos na rotina, como ter momentos de sonolência durante o dia, é necessário dormir mais cedo pelo menos nos três primeiros dias, para o organismo acostumar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;