Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A Paranapiacaba que se quer...

O governo petista de Santo André olhou Paranapiacaba com olhos cinematográficos; o governo petebista que se avizinha baixa a bola


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

30/12/2008 | 00:00


O governo petista de Santo André olhou Paranapiacaba com olhos cinematográficos; o governo petebista que se avizinha baixa a bola e anuncia o encerramento das atividades da subprefeitura local.

O governo petista teve oportunidade de voltar com o trem de passageiros - o que não ocorreu -, de encaminhar o restauro da estação de Campo Grande - que cai de podre - e de pensar seriamente na recuperação do sistema funicular - nada aconteceu. Preferiu investir no Festival de Inverno - maravilhoso! - e em obras de infra-estrutura. Mas o essencial, ao menos na visão deste repórter, ficou em compasso de espera.

O governo petebista tem a oportunidade única de mexer na ferida - argh! Ou seja: pensar seriamente em oferecer a Paranapiacaba uma das maravilhas tecnológicas da virada do século 19 para o século 20, que é o sistema funicular. E também de trazer um trem de passageiros regular. E de não deixar a estação de Campo Grande fenecer de vez.

O governo petista lançou a candidatura de Paranapiacaba a patrimônio universal, como é Bergamo, na Itália, que tem um sistema funicular infinitamente mais modesto que o da nossa vila ferroviária no Alto da Serra - e que mesmo assim fatura muito com ele.

O governo petebista tem a chance rara de tornar o projeto Paranapiacaba Patrimônio da Humanidade algo plausível.

Os dois governos - petista e petebista - buscam (ou buscou ou buscará), por caminhos diferentes, alcançar os céus sem caminhar pela terra, e o que se observa é que ambos podem chegar ao inferno, sem escala no purgatório. Os dois pecaram (pecam) de alguma forma - e quem está perdendo é a história local, nacional e universal.

O momento é de partir do particular para o geral. Cuidar do trem, da estação e do funicular. E não iniciar o processo simplista de se passar a limpo uma obra com olhos partidários.

Prefeito Aidan, o senhor tem uma grande chance pela frente, que é a de construir uma parcela fundamental da história ferroviária nacional. Não perca essa chance.

ILUSTRAÇÕES
As fotos de hoje foram enviadas pelo pesquisador e fotógrafo andreense Domingos Luiz Orlando, o Mingo. Pertencem ao acervo de Paulo Augusto Mendes. Paulo Augusto é co-autor, com Moysés Lavander Júnior, do livro SPR, Memórias de uma Inglesa (2005). A ferrovia eletrificava suas linhas, o que incluía os trechos do Grande ABC. Reparem numa das fotos, ao fundo, a torre da Catedral do Carmo.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sábado, 30 de dezembro de 1978

Manchete - Geisel revoga as penas de banimento

Editorial - Já existem razões para algum otimismo. O jornal comentava o fim iminente do AI-5.

Nacional - Eletrobrás pagará Cr$ 21 bilhões de dívidas da Light.

Coluna Social (Chiquinho Palmério) - Negócio seguinte: a compra da Light, em fim de governo, é o que se pode chamar de negócio realizado ao apagar das luzes. Alguém indagou: só mineiro compra bonde?

Comércio - No próximo dia 8 de janeiro Casas Bahia S/A inaugurará sua 24ª loja, que será a oitava na Capital.

Grande ABC - Enchentes inundam Rudge Ramos, em São Bernardo, e Sacadura Cabral, em Santo André.

Santo André - Prefeitura proíbe estacionamento de veículos no lado direito da Rua Catequese, no trecho entre as Ruas Padre Manoel da Nóbrega e das Figueiras.

Carnaval - Os compositores Noel Rosa e Ataulfo Alves serão homenageados pela Prefeitura de São Bernardo, que instituiu troféus com os seus nomes para premiação das escolas de samba e blocos carnavalescos em 1979.

Polícia - Menor incendeia seis oficinas em Santo André.

EM 30 DE DEZEMBRO DE...

1953 - Governador Lucas Nogueira Garcez sanciona lei quinquenal que altera o quadro administrativo e jurídico do Estado de São Paulo. Entre as emendas, figura a que cria as comarcas de 3ª entrância de São Bernardo e São Caetano. A lei também oficializa os municípios de Mauá e Ribeirão Pires.

1958 - Inaugurada a estação telefônica de Ribeirão Pires.


1968 - Com base no Ato Institucional nº 5, o presidente-general Costa e Silva suspende os direitos políticos do ex-governador Carlos Lacerda, do Rio de Janeiro, por 10 anos. Também eram cassados os mandatos de nove deputados, entre os quais Marcio Moreira Alves e Gastone Righi.

SANTOS DO DIA

Anísia, Félix, Fulgêncio, Libério, Melania e Vicenta Maria. E mais: Exuperâncio, Marcelo, Sabino e Venustiano.

Sabino era bispo de Assis, Exuperâncio e Marcelo eram diáconos, Venustiano, o prefeito. Todos foram martirizados por ordem do imperador Maximiano.

Serviços Funerários: Santo André - 4992-3544; São Bernardo - 4125-1645; Diadema - 4056-1045; Mauá - 4514-7399; Ribeirão Pires - 4828-1436; Rio Grande da Serra - 4820-4353.

Ademir Medici é jornalista e autor de livros sobre a memória do Grande ABC



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

A Paranapiacaba que se quer...

O governo petista de Santo André olhou Paranapiacaba com olhos cinematográficos; o governo petebista que se avizinha baixa a bola

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

30/12/2008 | 00:00


O governo petista de Santo André olhou Paranapiacaba com olhos cinematográficos; o governo petebista que se avizinha baixa a bola e anuncia o encerramento das atividades da subprefeitura local.

O governo petista teve oportunidade de voltar com o trem de passageiros - o que não ocorreu -, de encaminhar o restauro da estação de Campo Grande - que cai de podre - e de pensar seriamente na recuperação do sistema funicular - nada aconteceu. Preferiu investir no Festival de Inverno - maravilhoso! - e em obras de infra-estrutura. Mas o essencial, ao menos na visão deste repórter, ficou em compasso de espera.

O governo petebista tem a oportunidade única de mexer na ferida - argh! Ou seja: pensar seriamente em oferecer a Paranapiacaba uma das maravilhas tecnológicas da virada do século 19 para o século 20, que é o sistema funicular. E também de trazer um trem de passageiros regular. E de não deixar a estação de Campo Grande fenecer de vez.

O governo petista lançou a candidatura de Paranapiacaba a patrimônio universal, como é Bergamo, na Itália, que tem um sistema funicular infinitamente mais modesto que o da nossa vila ferroviária no Alto da Serra - e que mesmo assim fatura muito com ele.

O governo petebista tem a chance rara de tornar o projeto Paranapiacaba Patrimônio da Humanidade algo plausível.

Os dois governos - petista e petebista - buscam (ou buscou ou buscará), por caminhos diferentes, alcançar os céus sem caminhar pela terra, e o que se observa é que ambos podem chegar ao inferno, sem escala no purgatório. Os dois pecaram (pecam) de alguma forma - e quem está perdendo é a história local, nacional e universal.

O momento é de partir do particular para o geral. Cuidar do trem, da estação e do funicular. E não iniciar o processo simplista de se passar a limpo uma obra com olhos partidários.

Prefeito Aidan, o senhor tem uma grande chance pela frente, que é a de construir uma parcela fundamental da história ferroviária nacional. Não perca essa chance.

ILUSTRAÇÕES
As fotos de hoje foram enviadas pelo pesquisador e fotógrafo andreense Domingos Luiz Orlando, o Mingo. Pertencem ao acervo de Paulo Augusto Mendes. Paulo Augusto é co-autor, com Moysés Lavander Júnior, do livro SPR, Memórias de uma Inglesa (2005). A ferrovia eletrificava suas linhas, o que incluía os trechos do Grande ABC. Reparem numa das fotos, ao fundo, a torre da Catedral do Carmo.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sábado, 30 de dezembro de 1978

Manchete - Geisel revoga as penas de banimento

Editorial - Já existem razões para algum otimismo. O jornal comentava o fim iminente do AI-5.

Nacional - Eletrobrás pagará Cr$ 21 bilhões de dívidas da Light.

Coluna Social (Chiquinho Palmério) - Negócio seguinte: a compra da Light, em fim de governo, é o que se pode chamar de negócio realizado ao apagar das luzes. Alguém indagou: só mineiro compra bonde?

Comércio - No próximo dia 8 de janeiro Casas Bahia S/A inaugurará sua 24ª loja, que será a oitava na Capital.

Grande ABC - Enchentes inundam Rudge Ramos, em São Bernardo, e Sacadura Cabral, em Santo André.

Santo André - Prefeitura proíbe estacionamento de veículos no lado direito da Rua Catequese, no trecho entre as Ruas Padre Manoel da Nóbrega e das Figueiras.

Carnaval - Os compositores Noel Rosa e Ataulfo Alves serão homenageados pela Prefeitura de São Bernardo, que instituiu troféus com os seus nomes para premiação das escolas de samba e blocos carnavalescos em 1979.

Polícia - Menor incendeia seis oficinas em Santo André.

EM 30 DE DEZEMBRO DE...

1953 - Governador Lucas Nogueira Garcez sanciona lei quinquenal que altera o quadro administrativo e jurídico do Estado de São Paulo. Entre as emendas, figura a que cria as comarcas de 3ª entrância de São Bernardo e São Caetano. A lei também oficializa os municípios de Mauá e Ribeirão Pires.

1958 - Inaugurada a estação telefônica de Ribeirão Pires.


1968 - Com base no Ato Institucional nº 5, o presidente-general Costa e Silva suspende os direitos políticos do ex-governador Carlos Lacerda, do Rio de Janeiro, por 10 anos. Também eram cassados os mandatos de nove deputados, entre os quais Marcio Moreira Alves e Gastone Righi.

SANTOS DO DIA

Anísia, Félix, Fulgêncio, Libério, Melania e Vicenta Maria. E mais: Exuperâncio, Marcelo, Sabino e Venustiano.

Sabino era bispo de Assis, Exuperâncio e Marcelo eram diáconos, Venustiano, o prefeito. Todos foram martirizados por ordem do imperador Maximiano.

Serviços Funerários: Santo André - 4992-3544; São Bernardo - 4125-1645; Diadema - 4056-1045; Mauá - 4514-7399; Ribeirão Pires - 4828-1436; Rio Grande da Serra - 4820-4353.

Ademir Medici é jornalista e autor de livros sobre a memória do Grande ABC

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;