Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Manifestantes protestam contra retorno das aulas presenciais

André Henriques/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ato foi realizado em frente ao Consórcio Intermunicipal; associação apoia municípios que não retornarão este ano


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

03/08/2020 | 12:29


Manifestantes da Ares (Associação Regional dos Estudantes Secundaristas do Grande ABC Paulista) participaram, na manhã desta segunda-feira (03), de um ato simbólico em frente ao Consórcio Intermunicipal Grande ABC. Em duas horas de manifestação, cerca de 10 secundaristas - estudantes de ensino médio ou técnico - de toda região, ressaltaram que são contra o retorno das aulas presenciais ainda este ano. Os protestantes ainda destacaram que o ato também é contra a decisão do governador João Doria (PSDB) diante ao Plano São Paulo, para retorno das aulas a partir do dia 8 de setembro. 

Na região, as cidades de Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra já anunciaram volta às aulas presenciais apenas em 2021. "Diante desses anúncios das Prefeituras, o objetivo do ato simbólico é reforçar que concordamos com esse posicionamento e que aguardamos que as demais cidades também possam aderir essa iniciativa", comenta o presidente da Ares, Yago Amador, 20 anos.

A manifestação foi realizada pela manhã pois durante a tarde, os prefeitos das sete cidades iam se reunir, em Assembleia Geral, para manutenção ou não da data estipulada para o retorno das aulas na rede estadual de ensino. "Também gostaríamos de pedir que as Prefeituras nos procurem mais para discutirmos sobre esses assuntos ligados à educação, justamente, por estarmos 100% informados sobre o assunto, mostrando que temos uma posição e que é muito válida", detalha Yago. 

Em São Bernardo, as aulas presenciais não vão voltar em setembro deste ano, mas não tomou decisão se o retorno será ainda neste ano ou apenas em 2021. 

São Caetano está esperando o resultado da pesquisa feita com pais para decidir quando retoma as aulas na rede municipal, mas adiantou que quase 80% dos que foram ouvidos até agora são contrários ao retorno.

Já Diadema ainda não decidiu quando retoma as aulas presenciais, informando que o custo do retorno é alto por causa das medidas de prevenção que terão de ser tomadas. 

NOTA OFICIAL

Ainda pela manhã, o Consórcio Intermunicipal Grande ABC informou que a Assembleia Geral com os prefeitos foi adiada enquanto os municípios aguardam posicionamento do Governo do Estado, previsto para esta semana, sobre a manutenção ou não da data estipulada para o retorno às aulas na rede estadual de ensino. "O adiamento da reunião do Consórcio ABC não altera os posicionamentos já feitos pelos prefeitos da região na última semana relacionados às respectivas redes municipais de ensino", destacam em nota. 

Sobre o ato simbólico, o colegiado informou que "reconhece a legitimidade das manifestações". Ainda segundo o Consórcio, a Educação é uma das principais pautas atuais do colegiado de prefeitos e o tema está sendo tratado de maneira permanente pelo GT (Grupo de Trabalho) Educação. "O objetivo do Consórcio ABC ao debater a questão é garantir a segurança e a saúde de estudantes, professores, servidores e trabalhadores da área, bem como dos familiares de todos que integram o segmento", finalizam em nota.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manifestantes protestam contra retorno das aulas presenciais

Ato foi realizado em frente ao Consórcio Intermunicipal; associação apoia municípios que não retornarão este ano

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

03/08/2020 | 12:29


Manifestantes da Ares (Associação Regional dos Estudantes Secundaristas do Grande ABC Paulista) participaram, na manhã desta segunda-feira (03), de um ato simbólico em frente ao Consórcio Intermunicipal Grande ABC. Em duas horas de manifestação, cerca de 10 secundaristas - estudantes de ensino médio ou técnico - de toda região, ressaltaram que são contra o retorno das aulas presenciais ainda este ano. Os protestantes ainda destacaram que o ato também é contra a decisão do governador João Doria (PSDB) diante ao Plano São Paulo, para retorno das aulas a partir do dia 8 de setembro. 

Na região, as cidades de Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra já anunciaram volta às aulas presenciais apenas em 2021. "Diante desses anúncios das Prefeituras, o objetivo do ato simbólico é reforçar que concordamos com esse posicionamento e que aguardamos que as demais cidades também possam aderir essa iniciativa", comenta o presidente da Ares, Yago Amador, 20 anos.

A manifestação foi realizada pela manhã pois durante a tarde, os prefeitos das sete cidades iam se reunir, em Assembleia Geral, para manutenção ou não da data estipulada para o retorno das aulas na rede estadual de ensino. "Também gostaríamos de pedir que as Prefeituras nos procurem mais para discutirmos sobre esses assuntos ligados à educação, justamente, por estarmos 100% informados sobre o assunto, mostrando que temos uma posição e que é muito válida", detalha Yago. 

Em São Bernardo, as aulas presenciais não vão voltar em setembro deste ano, mas não tomou decisão se o retorno será ainda neste ano ou apenas em 2021. 

São Caetano está esperando o resultado da pesquisa feita com pais para decidir quando retoma as aulas na rede municipal, mas adiantou que quase 80% dos que foram ouvidos até agora são contrários ao retorno.

Já Diadema ainda não decidiu quando retoma as aulas presenciais, informando que o custo do retorno é alto por causa das medidas de prevenção que terão de ser tomadas. 

NOTA OFICIAL

Ainda pela manhã, o Consórcio Intermunicipal Grande ABC informou que a Assembleia Geral com os prefeitos foi adiada enquanto os municípios aguardam posicionamento do Governo do Estado, previsto para esta semana, sobre a manutenção ou não da data estipulada para o retorno às aulas na rede estadual de ensino. "O adiamento da reunião do Consórcio ABC não altera os posicionamentos já feitos pelos prefeitos da região na última semana relacionados às respectivas redes municipais de ensino", destacam em nota. 

Sobre o ato simbólico, o colegiado informou que "reconhece a legitimidade das manifestações". Ainda segundo o Consórcio, a Educação é uma das principais pautas atuais do colegiado de prefeitos e o tema está sendo tratado de maneira permanente pelo GT (Grupo de Trabalho) Educação. "O objetivo do Consórcio ABC ao debater a questão é garantir a segurança e a saúde de estudantes, professores, servidores e trabalhadores da área, bem como dos familiares de todos que integram o segmento", finalizam em nota.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;