Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

PM prende em Diadema traficante procurado no Rio


Tauana Marin
Diário do Grande ABC

26/02/2018 | 07:00


A Polícia Militar prendeu na noite de sábado Inácio de Castro Silva, 38 anos, conhecido como Canelão da Rocinha. Ele foi detido no Jardim Canhema, em Diadema, e afirmou trabalhar como copeiro na cidade do Grande ABC.

Canelão figurava na lista de criminosos mais procurados do Rio de Janeiro por sua ligação com o Comando Vermelho, uma das facções que controlam o crime organizado no Rio – a recompensa por pistas era de R$ 2.000. Ele já havia sido detido em 2012, no Jardim Campanário, também em Diadema, e foi solto em 2016, após cumprir pena. Mas desde setembro de 2017 era considerado foragido acusado de tráfico de drogas.

Policiais militares receberam a informação de que Canelão costumava dirigir por Diadema um Honda HRV de cor cinza. No momento da prisão, ele estava com mais dois homens – o motorista, 22 anos, e um técnico de enfermagem, 28. Os policiais não encontraram nada de ilícito com os homens ou no automóvel e nenhum dos três reagiu à prisão. O carro e os celulares foram apreendidos. O caso foi registrado como captura de procurado no 3º DP (Canhema).

LIGAÇÃO COM O CRIME - Nascido em Cariré, no Ceará, Canelão, 38 anos, passou por todas as funções no tráfico da favela da Rocinha e era considerado um dos mais fiéis aliados de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, líder da facção que controlava a comunidade.

Os dois se desentenderam durante briga entre traficantes e foi expulso do morro em 2008. Voltou já como integrante do Comando Vermelho antes de se estabelecer em Diadema. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PM prende em Diadema traficante procurado no Rio

Tauana Marin
Diário do Grande ABC

26/02/2018 | 07:00


A Polícia Militar prendeu na noite de sábado Inácio de Castro Silva, 38 anos, conhecido como Canelão da Rocinha. Ele foi detido no Jardim Canhema, em Diadema, e afirmou trabalhar como copeiro na cidade do Grande ABC.

Canelão figurava na lista de criminosos mais procurados do Rio de Janeiro por sua ligação com o Comando Vermelho, uma das facções que controlam o crime organizado no Rio – a recompensa por pistas era de R$ 2.000. Ele já havia sido detido em 2012, no Jardim Campanário, também em Diadema, e foi solto em 2016, após cumprir pena. Mas desde setembro de 2017 era considerado foragido acusado de tráfico de drogas.

Policiais militares receberam a informação de que Canelão costumava dirigir por Diadema um Honda HRV de cor cinza. No momento da prisão, ele estava com mais dois homens – o motorista, 22 anos, e um técnico de enfermagem, 28. Os policiais não encontraram nada de ilícito com os homens ou no automóvel e nenhum dos três reagiu à prisão. O carro e os celulares foram apreendidos. O caso foi registrado como captura de procurado no 3º DP (Canhema).

LIGAÇÃO COM O CRIME - Nascido em Cariré, no Ceará, Canelão, 38 anos, passou por todas as funções no tráfico da favela da Rocinha e era considerado um dos mais fiéis aliados de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, líder da facção que controlava a comunidade.

Os dois se desentenderam durante briga entre traficantes e foi expulso do morro em 2008. Voltou já como integrante do Comando Vermelho antes de se estabelecer em Diadema. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;