Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Unicef condena a ameaça às crianças no Complexo do Alemão


Do Diário OnLine

29/06/2007 | 15:25


O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) condenou nesta sexta-feira a violência urbana no Rio de Janeiro pela ameaça que representa às crianças e por impedi-las de freqüentar as escolas. A organização citou a guerra entre traficantes e policiais no complexo de favelas do Alemão, que freqüentemente obriga o fechamento de escolas.

"No caso do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, uma das maiores e mais populosas favelas da cidade, onde vivem mais de 65 mil pessoas, os conflitos entre a polícia e os traficantes de drogas deixaram, desde o dia 2 de maio, cerca de 4,8 mil crianças sem aulas", diz uma nota oficial da Unicef.

Nesta semana, as escolas do conjunto de favelas ficaram fechadas durante dois dias em razão da megaoperação deflagrada na quarta-feira pela Secretaria de Segurança Pública do Rio. Os estabelecimentos de ensino abriram as portas nesta sexta-feira, mas por temer novos confrontos entre bandidos e polícia, a maioria das mães não mandou seus filhos às aulas.

Na nota oficial, a Unicef afirma que os ataques às crianças são inaceitáveis" e que "as escolas devem ser ambientes seguros para que meninas e meninos possam aprender e se desenvolver".


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Unicef condena a ameaça às crianças no Complexo do Alemão

Do Diário OnLine

29/06/2007 | 15:25


O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) condenou nesta sexta-feira a violência urbana no Rio de Janeiro pela ameaça que representa às crianças e por impedi-las de freqüentar as escolas. A organização citou a guerra entre traficantes e policiais no complexo de favelas do Alemão, que freqüentemente obriga o fechamento de escolas.

"No caso do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, uma das maiores e mais populosas favelas da cidade, onde vivem mais de 65 mil pessoas, os conflitos entre a polícia e os traficantes de drogas deixaram, desde o dia 2 de maio, cerca de 4,8 mil crianças sem aulas", diz uma nota oficial da Unicef.

Nesta semana, as escolas do conjunto de favelas ficaram fechadas durante dois dias em razão da megaoperação deflagrada na quarta-feira pela Secretaria de Segurança Pública do Rio. Os estabelecimentos de ensino abriram as portas nesta sexta-feira, mas por temer novos confrontos entre bandidos e polícia, a maioria das mães não mandou seus filhos às aulas.

Na nota oficial, a Unicef afirma que os ataques às crianças são inaceitáveis" e que "as escolas devem ser ambientes seguros para que meninas e meninos possam aprender e se desenvolver".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;