Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Torcedores corintianos empurram time em treino


Carlos Tadeu
Especial para o Diário

02/05/2010 | 07:37


A torcida do Corinthians compareceu em grande número - cerca de 3.000 pessoas - no treino de ontem pela manhã no Parque São Jorge para apoiar o time, a quatro dias da decisiva partida contra o Flamengo, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Com rojões, bandeiras e cantando sem parar, os fiéis corintianos deram demonstração de que estão ao lado da equipe, mas também exigiram muita raça.

As principais organizadas do clube convocaram os sócios ao treino de ontem com a intenção de deixar claro ao elenco que o apoio será total na quarta-feira, no Pacaembu, mas com uma condição: o time precisará "suar sangue", como resumiu o zagueiro William na declaração que deu na sexta-feira. ‘Não vamos aceitar falta de raça, empenho e compromisso', mostrava uma das faixas.

O Corinthians perdeu o primeiro duelo com o Flamengo por 1 a 0 no Maracanã, na quarta-feira. Agora, precisa vencer por dois gols de diferença para avançar às quartas de final da Libertadores sem depender da disputa de pênaltis, o que acontecerá se devolver o placar de 1 a 0. Se vencer por qualquer outro placar pela diferença mínima, a vaga ficará com os cariocas.

A torcida já deu demonstração parecida de apoio em treino neste ano. No pior momento do Corinthians na temporada, logo após a derrota para o Paulista na Arena Barueri, os alvinegros foram ao Parque São Jorge incentivar o time na véspera do clássico com o São Paulo. Os alvinegros retribuiram com uma vitória por 4 a 3 sobre o arquirrival e conseguiram uma série de seis triunfos consecutivos.

Ontem, no entanto, a presença do público foi superior. O momento é de maior intensidade. A possibilidade de sofrer uma eliminação precoce na Libertadores preocupa torcida, diretoria, elenco e comissão técnica, que sonham com o inédito título na ano do centenário.

Em campo, o técnico Mano Menezes promoveu primeiro um treino de posse de bola. Depois, fez os jogadores aprimorarem as finalizações. "É o momento de estarmos juntos. Se os torcedores estão aqui é porque confiam. Quarta-feira, vamos fazer um grande jogo e dedicar a vitória a eles. Estaremos juntos sempre", afirmou o lateral-esquerdo Roberto Carlos.

"Vamos dar o máximo para conquistar essa vitória para a torcida", declarou o volante Elias.

O goleiro Felipe treinou normalmente ontem, fez movimentos com a perna direita, onde lesionou a coxa, mas não tem presença garantida diante do Flamengo. O time folga hoje e volta aos treinamentos amanhã. (Com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Torcedores corintianos empurram time em treino

Carlos Tadeu
Especial para o Diário

02/05/2010 | 07:37


A torcida do Corinthians compareceu em grande número - cerca de 3.000 pessoas - no treino de ontem pela manhã no Parque São Jorge para apoiar o time, a quatro dias da decisiva partida contra o Flamengo, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Com rojões, bandeiras e cantando sem parar, os fiéis corintianos deram demonstração de que estão ao lado da equipe, mas também exigiram muita raça.

As principais organizadas do clube convocaram os sócios ao treino de ontem com a intenção de deixar claro ao elenco que o apoio será total na quarta-feira, no Pacaembu, mas com uma condição: o time precisará "suar sangue", como resumiu o zagueiro William na declaração que deu na sexta-feira. ‘Não vamos aceitar falta de raça, empenho e compromisso', mostrava uma das faixas.

O Corinthians perdeu o primeiro duelo com o Flamengo por 1 a 0 no Maracanã, na quarta-feira. Agora, precisa vencer por dois gols de diferença para avançar às quartas de final da Libertadores sem depender da disputa de pênaltis, o que acontecerá se devolver o placar de 1 a 0. Se vencer por qualquer outro placar pela diferença mínima, a vaga ficará com os cariocas.

A torcida já deu demonstração parecida de apoio em treino neste ano. No pior momento do Corinthians na temporada, logo após a derrota para o Paulista na Arena Barueri, os alvinegros foram ao Parque São Jorge incentivar o time na véspera do clássico com o São Paulo. Os alvinegros retribuiram com uma vitória por 4 a 3 sobre o arquirrival e conseguiram uma série de seis triunfos consecutivos.

Ontem, no entanto, a presença do público foi superior. O momento é de maior intensidade. A possibilidade de sofrer uma eliminação precoce na Libertadores preocupa torcida, diretoria, elenco e comissão técnica, que sonham com o inédito título na ano do centenário.

Em campo, o técnico Mano Menezes promoveu primeiro um treino de posse de bola. Depois, fez os jogadores aprimorarem as finalizações. "É o momento de estarmos juntos. Se os torcedores estão aqui é porque confiam. Quarta-feira, vamos fazer um grande jogo e dedicar a vitória a eles. Estaremos juntos sempre", afirmou o lateral-esquerdo Roberto Carlos.

"Vamos dar o máximo para conquistar essa vitória para a torcida", declarou o volante Elias.

O goleiro Felipe treinou normalmente ontem, fez movimentos com a perna direita, onde lesionou a coxa, mas não tem presença garantida diante do Flamengo. O time folga hoje e volta aos treinamentos amanhã. (Com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;