Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Saída pela direita

Não se comentou outra coisa ontem no meio político de Mauá. O principal assunto das conversas foi a provável


Do Diário do Grande ABC

10/06/2011 | 00:00


Não se comentou outra coisa ontem no meio político de Mauá. O principal assunto das conversas foi a provável expulsão do PV do vereador Atila Jacomussi, o mais votado no Grande ABC em 2008. Nos bastidores, o que se fala é que a decisão já teria sido tomada na reunião da executiva estadual, na semana passada. Mas também há quem jure de pé junto que a expulsão é uma jogada combinada entre Atila e PV. Prova disso é que eles acertaram, durante a reunião, de que tentariam manter, pelo menos por enquanto, essa informação à boca pequena. O acordo giraria em torno da legenda dar a garantia de que não pediria o mandato de volta, em troca de sua saída. Ficando sob sigilo, ninguém cobraria do PV um posicionamento mais firme para ir atrás da cadeira. Assim, Atila manteria o mandato e estaria livre para sair candidato a prefeito por outra sigla, como por exemplo o PRP, de seu pai, Admir Jacomussi. O fato é que seja qual for o caminho tomado, dificilmente o parlamentar campeão de votos estará no mesmo palanque dos apoiadores de Clóvis Volpi, seja ele candidato ou não em Mauá...

Sempre no holofote

Não é por nada não, mas já reparou que toda vez que surge um escândalo político de repercussão nacional tem sempre alguém que é ou foi filiado ao PT de Mauá? E que entre os petistas na cidade ninguém conhece aquele que ganha as páginas dos noticiários? Quem sabe talvez a direção possa fazer um censo entre seus integrantes para evitar outra surpresinha desagradável, hein?

Deixa tudo como está

Sobre a instalação irregular até agora de placa de campanha da deputada estadual Ana do Carmo (PT-São Bernardo), com imagens de Lula e Dilma Rousseff, na Avenida Lions, em São Bernardo, nenhuma palavra da parlamentar. E a propaganda continua lá, firme e forte. É isso aí. O jeito é torcer para a Justiça Eleitoral não reparar, né?

Do centro para a oposição

Se o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), anda trabalhando nos bastidores para aumentar o número de filiados em partidos governistas, já é certo que pelo menos um parlamentar passará a ser oposição nos próximos meses: Estevão Camolesi, que se filia hoje ao PPS. A ida do centro para a oposição será sacramentada com a candidatura a prefeito do deputado estadual Alex Manente (PPS). É só aguardar...



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;