Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PMDB adia Convenção e dá adeus à candidatura à Presidência


Do Diário OnLine

25/05/2006 | 17:22


A Executiva Nacional do PMDB adiou do dia 11 de junho para o dia 29 do mesmo mês a Convenção Nacional da legenda que serviria, entre outras coisas, para definir o nome do seu candidato à Presidência da República. O detalhe é que a nova data coincide com o fim do prazo da legislação eleitoral para homologação de candidaturas, o que representa um banho de água fria para a ala independente e uma sonora vitória dos governistas, que defendem uma aliança com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A reunião realizada nesta quinta-feira, como não poderia ser diferente, teve muito bate-boca e ânimos exaltados. Aliados de Anthony Garotinho, peemedebista que defendia sua candidatura, bateram boca com os governistas e prometeram transformar em ações práticas o racha interno já existente caso realmente fosse aprovada a transferência do dia. Mesmo assim, o PMDB, por dez votos a cinco, adiou a Convenção.

Pela manhã, antes da decisão da Executiva Nacional, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) formalizou sua candidatura à Presidência da República. O ex-governador Garotinho abriu mão para ser o vice de Simon. Em seu discurso, o parlamentar não poupou críticas ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e ao ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP), integrantes da ala de apoio a Lula. "Querem se manter no poder com o Lula por causa dos cargos e dos benesses", disse Simon.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PMDB adia Convenção e dá adeus à candidatura à Presidência

Do Diário OnLine

25/05/2006 | 17:22


A Executiva Nacional do PMDB adiou do dia 11 de junho para o dia 29 do mesmo mês a Convenção Nacional da legenda que serviria, entre outras coisas, para definir o nome do seu candidato à Presidência da República. O detalhe é que a nova data coincide com o fim do prazo da legislação eleitoral para homologação de candidaturas, o que representa um banho de água fria para a ala independente e uma sonora vitória dos governistas, que defendem uma aliança com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A reunião realizada nesta quinta-feira, como não poderia ser diferente, teve muito bate-boca e ânimos exaltados. Aliados de Anthony Garotinho, peemedebista que defendia sua candidatura, bateram boca com os governistas e prometeram transformar em ações práticas o racha interno já existente caso realmente fosse aprovada a transferência do dia. Mesmo assim, o PMDB, por dez votos a cinco, adiou a Convenção.

Pela manhã, antes da decisão da Executiva Nacional, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) formalizou sua candidatura à Presidência da República. O ex-governador Garotinho abriu mão para ser o vice de Simon. Em seu discurso, o parlamentar não poupou críticas ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e ao ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP), integrantes da ala de apoio a Lula. "Querem se manter no poder com o Lula por causa dos cargos e dos benesses", disse Simon.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;