Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Projeto do Executivo deve ‘esquentar‘ sessão em Diadema


Fabrício Calado Moreira
Do Diário do Grande ABC

25/05/2006 | 08:03


A Câmara de Diadema deve votar nesta quinta-feira, entre outras propostas, o projeto do Executivo que concede gratificação de até R$ 1,8 mil aos médicos da rede pública. A sessão promete transcorrer sobre protestos do Sindicato dos Servidores, que defende o bônus para todos os funcionários públicos (cerca de 6 mil). Conforme o resultado da votação, a categoria pode entrar em greve.

“Vai depender do rumo das coisas”, diz a presidente do sindicato, Kátia Vassoler. Ela garante que “há margem de 10%” no Orçamento para beneficiar todo o funcionalismo.

Ao comentar o projeto quarta-feira, durante audiência de prestação de contas da Pasta, o secretário de Saúde, Marcos Calvo, evitou polêmica. “Eles fazem o papel que entendem que devem fazer, não vou julgar se estão certos ou errados. É óbvio que o sindicato empunha a bandeira de aumento salarial para todo mundo, mas não dá para trabalhar dessa maneira”, disse Calvo.

Além da gratificação aos médicos, outros cinco projetos do Executivo estão na Ordem do Dia. Eles tratam da implementação de bilhetagem eletrônica nos ônibus; autorização à Prefeitura para firmar convênios com ONGs para buscar junto ao BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) recursos para trabalhar com crianças e adolescentes; aprovação de parcerias da Prefeitura com uma rede bancária e uma empresa de telefonia para que repassem ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente R$ 35 mil e R$ 193 mil, respectivamente; e convênio com uma cooperativa para implantação de projeto de coleta seletiva no município.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Projeto do Executivo deve ‘esquentar‘ sessão em Diadema

Fabrício Calado Moreira
Do Diário do Grande ABC

25/05/2006 | 08:03


A Câmara de Diadema deve votar nesta quinta-feira, entre outras propostas, o projeto do Executivo que concede gratificação de até R$ 1,8 mil aos médicos da rede pública. A sessão promete transcorrer sobre protestos do Sindicato dos Servidores, que defende o bônus para todos os funcionários públicos (cerca de 6 mil). Conforme o resultado da votação, a categoria pode entrar em greve.

“Vai depender do rumo das coisas”, diz a presidente do sindicato, Kátia Vassoler. Ela garante que “há margem de 10%” no Orçamento para beneficiar todo o funcionalismo.

Ao comentar o projeto quarta-feira, durante audiência de prestação de contas da Pasta, o secretário de Saúde, Marcos Calvo, evitou polêmica. “Eles fazem o papel que entendem que devem fazer, não vou julgar se estão certos ou errados. É óbvio que o sindicato empunha a bandeira de aumento salarial para todo mundo, mas não dá para trabalhar dessa maneira”, disse Calvo.

Além da gratificação aos médicos, outros cinco projetos do Executivo estão na Ordem do Dia. Eles tratam da implementação de bilhetagem eletrônica nos ônibus; autorização à Prefeitura para firmar convênios com ONGs para buscar junto ao BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) recursos para trabalhar com crianças e adolescentes; aprovação de parcerias da Prefeitura com uma rede bancária e uma empresa de telefonia para que repassem ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente R$ 35 mil e R$ 193 mil, respectivamente; e convênio com uma cooperativa para implantação de projeto de coleta seletiva no município.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;