Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Se perder em 2012, PSDB se fragiliza para 2014



19/02/2012 | 04:04


O senador Lindberg Farias(PT-RJ) avaliou há pouco que a eleição de 2012 para a prefeitura de São Paulo será um "tudo ou nada" para o PSDB. E que, uma derrota, irá fragilizar o partido para a disputa presidencial de 2014.

O líder petista considera que a eventual candidatura do ex-governador de São Paulo José Serra pelo PSDB seria uma maneira do partido defender suas bandeiras, mas afirmou que uma derrota seria bastante prejudicial para o futuro da sigla. "É o tudo ou nada para o PSDB e, se perder, sairá fragilizado para a disputa de 2014, tanto para o governo estadual quanto para o federal", afirmou.

Em entrevista ao jornal O estado de S.Paulo, o presidente nacional do PSDB, Sergio Guerra considerou que a eventual candidatura de Serra é a resistência ao projeto de hegemonia do PT. Na avaliação do senador petista, se Serra não for o candidato do PSDB, o partido abre mão da capital paulista. "E, dessa forma, abriria mão antecipadamente de um projeto nacional."

Lindberg Farias desfilará esta noite pela Gaviões da Fiel, escola de samba cujo enredo homenageia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Se perder em 2012, PSDB se fragiliza para 2014


19/02/2012 | 04:04


O senador Lindberg Farias(PT-RJ) avaliou há pouco que a eleição de 2012 para a prefeitura de São Paulo será um "tudo ou nada" para o PSDB. E que, uma derrota, irá fragilizar o partido para a disputa presidencial de 2014.

O líder petista considera que a eventual candidatura do ex-governador de São Paulo José Serra pelo PSDB seria uma maneira do partido defender suas bandeiras, mas afirmou que uma derrota seria bastante prejudicial para o futuro da sigla. "É o tudo ou nada para o PSDB e, se perder, sairá fragilizado para a disputa de 2014, tanto para o governo estadual quanto para o federal", afirmou.

Em entrevista ao jornal O estado de S.Paulo, o presidente nacional do PSDB, Sergio Guerra considerou que a eventual candidatura de Serra é a resistência ao projeto de hegemonia do PT. Na avaliação do senador petista, se Serra não for o candidato do PSDB, o partido abre mão da capital paulista. "E, dessa forma, abriria mão antecipadamente de um projeto nacional."

Lindberg Farias desfilará esta noite pela Gaviões da Fiel, escola de samba cujo enredo homenageia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;