Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

E-sports: 9 dicas para melhorar a postura na hora de jogar

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

06/04/2021 | 10:18


Concentrado em uma partida de videogame, às vezes, perde-se a noção do tempo. Depois de algumas horas jogando, começam as primeiras dores: as costas reclamam, o pescoço endurece, o punho sente as fisgadas e os dedos parecem enrijecer. Isso ocorre porque o corpo humano foi feito para estar em movimento. Mas, nos dias atuais, em que há longas jornadas com o corpo estático, é importante ficar atento à ergonomia, conjunto de práticas e medidas que podem ajudar a evitar que incômodos surjam.

Os professores do curso de fisioterapia da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), Alexandre Sabbag e Daniel Ferreira, passaram as recomendações. De acordo com eles, para começar, não existe uma postura que é possível chamar de correta, mas, sim, atitudes às quais se deve estar atentos para que o corpo consiga se adaptar ao tempo de jogo.

“Existem posições em que você tem menor gasto energético, que são posições de vantagem para o seu corpo. Se você não está em uma posição em que não existe essa economia, você vai cansar, pois determinadas posturas geram processos de debilidade e fadiga muscular que vão gerar sobrecargas lesionais” afirma Alexandre.

Apesar disso, não é uma posição apenas que irá garantir que você passe horas e horas jogando sem sentir nenhum desconforto. É preciso prestar atenção a uma série de fatores. “É uma mistura de coordenação, integração entre grupos musculares, junto com a parte fisiológica (como condicionamento cardiovascular) e questões coordenativas de tomada de decisão. Isso trará saúde e melhores estratégias para quem joga. A pessoa vai cansar menos, vai ter mais oxigenação e estará treinado para tomar decisões rápidas”, enfatiza Daniel.

Leia mais:
PC Gamer: vejas dicas práticas para montar o seu
Dicionário gamer: os termos mais usados entre jogadores
Em que lugar do mundo é mais barato ser um gamer?

1. Faça intervalos

Esta é a dica mais preciosa: parar de vez em quando para movimentar o corpo. Ande um pouco, levante-se da cadeira, movimente os ombros e os punhos. Isso ajuda a hidratar a cartilagem, os tendões e outros tecidos. Se a cada 45 minutos você der uma pausa de 10 minutos, dificilmente terá algum problema, pois, ao realizar esses movimentos, você estará devolvendo ao organismo uma situação favorável para a articulação.

2. Apoie os braços

Sem apoio para os braços, você gasta energia, faz contração contínua e aperta vasos, dando, assim, menos nutrição e cansando mais rápido. Encontrar um suporte vai poupar energia por um bom período – e a chance de apresentar machucados nos membros diminuí relativamente. Com o apoio, vai ser possível relaxar ombros e cotovelos e trazer mais qualidade até o final da partida.

3. Mantenha a curva das costas

Não fique dobrando o corpo para frente. O movimento gera carga na coluna e fadiga. A dica é pegar um rolinho de toalha, encaixar ao final da coluna na hora de sentar e mantê-lo nas costas por algum período. Isso dará conforto para os músculos das costas.

4. Fique atento à posição do corpo

Não existe a postura perfeita. No entanto, seguindo a lógica de encontrar uma posição que permita um menor gasto energético e evite sobrecarga e lesões, existem algumas medidas a serem observadas. São elas: preservar a lombar, manter a curva das costas, o pé deve ficar bem apoiado no chão, e quadril e joelhos devem permanecer a 90 graus. Assim, haverá uma melhor distribuição de carga entre membros superiores e inferiores.

5. Cuidado com a altura da tela

O recomendado é manter a tela à altura dos olhos, pois é preciso ter cuidado com a coluna cervical. Seguindo essa dica, a pessoa consegue ter um bom desempenho, durante um tempo maior.

6. Alongamento não resolve

Se você ficar muito tempo parado e emendar um alongamento por mais 30 segundos, isso vai gerar um resultado contrário, pois criará uma nova carga compressiva e estática. O ideal é se mexer, movimentar o corpo, para aumentar a circulação local. Vale ergues os braços, de 5 a 10 minutos, e mexer as articulações para os músculos acordarem.

7. Não caía na lenda da cadeira perfeita

O mobiliário adequado busca os princípios ergonômicos, mas não resolve todo o problema. Nenhuma cadeira vai permitir que você fique horas sentado. Existem algumas vantagens em cadeiras feitas com material de polietileno injetado, que recebe a carga e não deforma com facilidade. Contudo, mesmo a melhor cadeira exige as regulagens corretas.

8. Pratique esportes físicos

De duas a três vezes por semana, faça exercícios que melhorem a condição física, trabalhando coluna, membros superiores e inferiores. Se conseguir manter essa rotina, aguentará mais tempo sentado. Além disso, o exercício cardiovascular otimiza o raciocínio, a concentração e os reflexos, obrigando o cérebro a trabalhar melhor.

9. Durma bem

Caso precise ficar em uma partida até mais tarde, não torne isso uma rotina. A regulação da luz – ou seja, mostrar que é dia e noite para o corpo –, libera hormônios que afetam a concentração, a atenção e os reflexos.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;