Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Coeuré, do BCE, critica plano de Marine Le Pen de abandonar o euro



07/02/2017 | 05:21


O plano de Marine Le Pen, líder do partido de extrema-direita francês Frente Nacional, de deixar o euro se for eleita este ano levaria ao empobrecimento da França, comentou Benoît Coeuré, integrante do conselho executivo do Banco Central Europeu (BCE).

Coeuré rejeitou alegações de Len Pen de que o euro impulsionou o desemprego e prejudicou o poder de compra do consumidor na França. Se o país abandonar o euro, as taxas de juros irão subir, assim como a inflação e a dívida pública, prevê ele.

"Deixar o euro ameaçaria as economias (da população) e os empregos na França", afirmou Coeuré, em entrevista ao jornal francês Le Parisien.

Os comentários de Coeuré marcam uma rara intromissão de um dirigente do BCE no debate eleitoral de um país. A menos de três meses das eleições nacionais na França, pesquisas de opinião mostram que Le Pen - cujo programa econômico se baseia no abandono do euro - ganharia a votação no primeiro turno. Nenhum levantamento, porém, mostrou que ela tem apoio suficiente para vencer também no segundo turno.

Coeuré, francês que serviu no Tesouro de seu país antes de assumir o posto no BCE, disse ainda que as economias francesa e europeia não precisam de um euro mais fraco. Segundo ele, o euro está num nível "apropriado" para a atual situação econômica e já acumula perdas de 30% em relação ao dólar desde o pico que atingiu em 2011. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coeuré, do BCE, critica plano de Marine Le Pen de abandonar o euro


07/02/2017 | 05:21


O plano de Marine Le Pen, líder do partido de extrema-direita francês Frente Nacional, de deixar o euro se for eleita este ano levaria ao empobrecimento da França, comentou Benoît Coeuré, integrante do conselho executivo do Banco Central Europeu (BCE).

Coeuré rejeitou alegações de Len Pen de que o euro impulsionou o desemprego e prejudicou o poder de compra do consumidor na França. Se o país abandonar o euro, as taxas de juros irão subir, assim como a inflação e a dívida pública, prevê ele.

"Deixar o euro ameaçaria as economias (da população) e os empregos na França", afirmou Coeuré, em entrevista ao jornal francês Le Parisien.

Os comentários de Coeuré marcam uma rara intromissão de um dirigente do BCE no debate eleitoral de um país. A menos de três meses das eleições nacionais na França, pesquisas de opinião mostram que Le Pen - cujo programa econômico se baseia no abandono do euro - ganharia a votação no primeiro turno. Nenhum levantamento, porém, mostrou que ela tem apoio suficiente para vencer também no segundo turno.

Coeuré, francês que serviu no Tesouro de seu país antes de assumir o posto no BCE, disse ainda que as economias francesa e europeia não precisam de um euro mais fraco. Segundo ele, o euro está num nível "apropriado" para a atual situação econômica e já acumula perdas de 30% em relação ao dólar desde o pico que atingiu em 2011. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;