Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Zagueiros garantem a classificação do Corinthians na Copa do Brasil


Fernão Silveira
Do Diário OnLine

05/02/2004 | 01:41


Apesar de jogar com três atacantes, os gols da dupla de zaga garantiram ao Corinthians a classificação direta para a segunda fase da Copa do Brasil. Marquinhos e Anderson, no segundo tempo, construíram a vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo da Paraíba, nesta quarta-feira à noite, no Almeidão (João Pessoa). O próximo adversário do alvinegro paulistano sai do confronto entre América-RN e Ferroviário (Ceará) – no jogo de ida, em Fortaleza, o Ferroviário goleou por 4 a 0.

Apesar da vitória, que cumpriu o objetivo estabelecido pelo técnico Juninho Fonseca, o Corinthians teve uma atuação bastante limitada. A formação com três atacantes (Gil, Régis Pitbull e Marcelo Ramos) e três volantes (Rincón, Fabinho e Fabrício) mostrou os mesmos problemas do empate sem gols contra a União Barbarense, domingo, pelo Paulistão. Rincón, que atuou como volante mais recuado, foi o responsável pelos melhores passes para a linha ofensiva do Timão. Mesmo assim o trio de atacantes sofria de isolamento crônico.

Se Régis Pitbull (voluntarioso), Marcelo Ramos (ainda fora de ritmo) e Gil (apagadíssimo) não conseguiam ameaçar a defesa paraibana, o Corinthians criava suas melhores chances em chutes de fora da área e lances de bola parada. Foi assim que o Timão abriu o placar, só aos 29 do 2º tempo.

Logo no começo, aos 9, os donos da casa quase surpreenderam o Corinthians. Demétrius desceu em velocidade pela direita e cruzou para Aílton, que obrigou Fábio Costa a defender com o pé. Sem conseguir penetrar na defesa paraibana, o Corinthians arriscava em tiros longos. Fabinho (aos 19) e Marquinhos (aos 34) assustaram o goleiro Alberto. Aos 36, em cobrança de falta, Rogério acertou a trave.

O técnico Juninho Fonseca manteve no 2º tempo a formação que não fez sucesso na etapa inicial. Sem alterações, o Corinthians continuou a apostar nos tiros longos. E foi Rogério, em duas outras cobranças de falta, quem conseguiu criar as melhores oportunidades.

A insistência nas bolas paradas foi dar resultado aos 29 minutos. Rodrigo, que substituiu Gil, alçou a bola na área em cobrança de falta e Marquinhos subiu mais alto, cabeceando firme para o fundo das redes de Alberto.

Quando o jogo de volta parecia inevitável, a zaga corintiana surpreendeu mais uma vez e garantiu a classificação. Já nos descontos, aos 46, Anderson se aventurou pelo campo de ataque e chutou cruzado após receber lançamento da direita. Foi o gol que cancelou a visita dos paraibanos ao estádio do Pacaembu.

O próximo compromisso do Corinthians é pelo Campeonato Paulista, no domingo (17h). O Timão enfrenta a Portuguesa, no Morumbi, pela quarta rodada.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;