Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 16 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

General líbio dá ultimato a cidadãos da Turquia e Catar



23/06/2014 | 01:54


O porta-voz de Khalifa Hifter, general desertor da Líbia, alertou para que cidadãos da Turquia e do Catar deixem a Líbia. O coronel Mohammed Hegazy disse a repórteres em Benghazi que essas pessoas sofrerão consequências se forem encontradas após o ultimato de dois dias, que segundo ele começou no sábado.

O coronel afirmou que não se responsabilizará por ações do público contra os cidadãos dessas nacionalidades que estiverem presentes entre a cidade de Sirte, na região central da Líbia, e a fronteira egípcia. Hegazy acusou os países de enviarem espiões ao leste da Líbia. Os acusados não comentaram.

Hifter tem lançado uma ofensiva contra os islamitas sob a acusação de terrorismo. Turquia e Catar também apoiam a Irmandade Muçulmana, grupo que está presente na Líbia e em outros países da região.

O porta-voz de Hifter afirmou que as agências de segurança do leste da Líbia foram informadas da decisão e tomarão as medidas necessárias, mas não especificou quais são essas medidas. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

General líbio dá ultimato a cidadãos da Turquia e Catar


23/06/2014 | 01:54


O porta-voz de Khalifa Hifter, general desertor da Líbia, alertou para que cidadãos da Turquia e do Catar deixem a Líbia. O coronel Mohammed Hegazy disse a repórteres em Benghazi que essas pessoas sofrerão consequências se forem encontradas após o ultimato de dois dias, que segundo ele começou no sábado.

O coronel afirmou que não se responsabilizará por ações do público contra os cidadãos dessas nacionalidades que estiverem presentes entre a cidade de Sirte, na região central da Líbia, e a fronteira egípcia. Hegazy acusou os países de enviarem espiões ao leste da Líbia. Os acusados não comentaram.

Hifter tem lançado uma ofensiva contra os islamitas sob a acusação de terrorismo. Turquia e Catar também apoiam a Irmandade Muçulmana, grupo que está presente na Líbia e em outros países da região.

O porta-voz de Hifter afirmou que as agências de segurança do leste da Líbia foram informadas da decisão e tomarão as medidas necessárias, mas não especificou quais são essas medidas. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;