Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Câmara de Sto.André
rejeita parque tecnológico

Projeto que instituía Zona Especial de Empreendimentos
de Base Tecnológica não foi aprovado pelos vereadores


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

30/06/2012 | 06:55


O projeto de lei que instituía a Zona Especial de Empreendimentos de Base Tecnológica, pré-requisito para a implantação de um parque tecnológico em Santo André, foi rejeitado pelos vereadores da bancada de oposição na noite de quinta-feira, durante a última sessão antes do recesso parlamentar da Câmara Municipal.

O projeto, que tem como intenção alavancar o desenvolvimento de inovação em diversos segmentos industriais e gerar empregos e impulsionar a economia da região, precisava da aprovação de dois terços dos 21 vereadores da Câmara, ou seja, 14 votos. Porém, a bancada oposicionista (seis parlamentares da bancada PT, um do DEM e outro do PSD) foi contrária à implantação do parque tecnológico.

Os dois espaços físicos do empreendimento já estavam definidos: área de 30 mil m², na Avenida dos Estados, próximo ao Viaduto Salvador Avamileno, e outra no Parque Andreense, com184 mil m². E empresas como Rhodia e Prysmian já haviam assinado termo de adesão.

"A Prefeitura continuará a trabalhar nos documentos necessários para a finalização do projeto, pois acreditamos que os vereadores que hoje foram contrários à instalação do parque tecnológico terão a consciência que este é um projeto bom para a cidade. Voltaremos a conversar com eles e assim que os trabalhos na Câmara voltarem e tenho certeza que aprovaremos esta grande conquista para a região", disse o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de Santo André, Camilo de Lelis Arnaldi.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Câmara de Sto.André
rejeita parque tecnológico

Projeto que instituía Zona Especial de Empreendimentos
de Base Tecnológica não foi aprovado pelos vereadores

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

30/06/2012 | 06:55


O projeto de lei que instituía a Zona Especial de Empreendimentos de Base Tecnológica, pré-requisito para a implantação de um parque tecnológico em Santo André, foi rejeitado pelos vereadores da bancada de oposição na noite de quinta-feira, durante a última sessão antes do recesso parlamentar da Câmara Municipal.

O projeto, que tem como intenção alavancar o desenvolvimento de inovação em diversos segmentos industriais e gerar empregos e impulsionar a economia da região, precisava da aprovação de dois terços dos 21 vereadores da Câmara, ou seja, 14 votos. Porém, a bancada oposicionista (seis parlamentares da bancada PT, um do DEM e outro do PSD) foi contrária à implantação do parque tecnológico.

Os dois espaços físicos do empreendimento já estavam definidos: área de 30 mil m², na Avenida dos Estados, próximo ao Viaduto Salvador Avamileno, e outra no Parque Andreense, com184 mil m². E empresas como Rhodia e Prysmian já haviam assinado termo de adesão.

"A Prefeitura continuará a trabalhar nos documentos necessários para a finalização do projeto, pois acreditamos que os vereadores que hoje foram contrários à instalação do parque tecnológico terão a consciência que este é um projeto bom para a cidade. Voltaremos a conversar com eles e assim que os trabalhos na Câmara voltarem e tenho certeza que aprovaremos esta grande conquista para a região", disse o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de Santo André, Camilo de Lelis Arnaldi.

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;