Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Coritiba tenta quebrar tabu no Anacleto Campanella


Marco Borba

30/10/2010 | 07:58


O Coritiba precisa de duas vitórias, nas contas do técnico Ney Franco, para assegurar o acesso. O treinador aposta no bom desempenho do time fora de casa para sair de campo hoje com os três pontos, mas para isso terá de quebrar um tabu: nunca ter vencido no Anacleto Campanella. Em sete partidas, sofreu quatro derrotas e obteve três empates.

Os torcedores do Coxa ainda guardam na memória alguns resultados traumáticos, como o empate por 1 a 1, na penúltima rodada do Brasileiro de 2005, que praticamente determinou a queda do Coxa para a Série B do ano seguinte.

No primeiro turno da Série B deste ano, o Azulão voltou a aprontar e pôs fim à invencibilidade de 11 jogos dos paranaenses ao vencer por 2 a 1, na Arena Joinville. O Estádio Couto Pereira estava interditado.

Ney Franco não se esquece do tropeço. É que depois, o time perdeu outros quatro seguidos. "Na época, era o fim do primeiro turno, jogando lá em Joinville. Naquele momento começou a bater um desgaste, físico e emocional, tanto que a equipe caiu nos sete últimos jogos do primeiro turno", comentou o treinador.
Lucas Mendes será o substituto do zagueiro Pereira, machucado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coritiba tenta quebrar tabu no Anacleto Campanella

Marco Borba

30/10/2010 | 07:58


O Coritiba precisa de duas vitórias, nas contas do técnico Ney Franco, para assegurar o acesso. O treinador aposta no bom desempenho do time fora de casa para sair de campo hoje com os três pontos, mas para isso terá de quebrar um tabu: nunca ter vencido no Anacleto Campanella. Em sete partidas, sofreu quatro derrotas e obteve três empates.

Os torcedores do Coxa ainda guardam na memória alguns resultados traumáticos, como o empate por 1 a 1, na penúltima rodada do Brasileiro de 2005, que praticamente determinou a queda do Coxa para a Série B do ano seguinte.

No primeiro turno da Série B deste ano, o Azulão voltou a aprontar e pôs fim à invencibilidade de 11 jogos dos paranaenses ao vencer por 2 a 1, na Arena Joinville. O Estádio Couto Pereira estava interditado.

Ney Franco não se esquece do tropeço. É que depois, o time perdeu outros quatro seguidos. "Na época, era o fim do primeiro turno, jogando lá em Joinville. Naquele momento começou a bater um desgaste, físico e emocional, tanto que a equipe caiu nos sete últimos jogos do primeiro turno", comentou o treinador.
Lucas Mendes será o substituto do zagueiro Pereira, machucado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;